14 de setembro de 2018, 13h43

Padre Marcelo Rossi nega que tenha pedido votos para Bolsonaro: “Fake news”. Vídeo

Áudio falso, que circula no WhatsApp, apresenta a voz de um homem tentando imitar o sacerdote: “Não sou eu. Ajude a viralizar dizendo que é mentira”, diz o padre, em mensagem de vídeo

Foto Reprodução/Vídeo

O padre Marcelo Rossi se pronunciou, por meio de um vídeo, sobre o áudio que circula no WhatsApp, em que ele, supostamente, pede votos para o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). “Tem alguém imitando a minha voz, apesar de que quem me conhece sabe que não sou eu, falando sobre política, falando absurdos. Não sou eu”, afirmou.

No vídeo, o padre diz que nem tem WhatsApp e pede ajuda das pessoas que têm o aplicativo de mensagens para espalhar a mensagem verdadeira. “É uma fake news, a famosa notícia falsa, mas está viralizando e as pessoas estão preocupadas. Repito: não sou eu. Ajude a viralizar dizendo que é mentira”, finaliza Marcelo Rossi.

No áudio, o falso padre quer parecer estar em um sermão e fala mal do marxismo e diz que partidos e pessoas de esquerda seguem a “loucura das ideias revolucionárias”. Além disso, é dito que a intenção dos governos progressistas é “destruir a família tradicional”.

O áudio continua dizendo que direitos humanos apoiam bandidos e que, se a esquerda voltar ao poder, o Brasil vai se transformar na Venezuela.

Depois de muitas voltas em seu discurso, falando para que as pessoas não votem em pessoas com ficha suja e dizendo que Fernando Haddad e Ciro Gomes fazem parte do “bloco de esquerda”, ele finalmente começa a citar candidatos com os quais simpatiza.

O falso padre Marcelo diz que gosta de Geraldo Alckmin, mas que o tucano abraçou pessoas LGBT e que, desse modo, “ele quer agradar todo mundo e não vai agradar ninguém”, e afirma que Marina Silva é “vermelha por dentro”, insinuando que ela é de esquerda e que ela colocou um “maconheiro” como vice.

Por fim, ele diz que vai votar em Jair Bolsonaro e pede para que as pessoas que o seguem considerem essa possibilidade como voto. “É o único que tem chance de interromper esse plano de governo que os partidos de esquerda sonham em construir”, afirma o impostor.

Confira o áudio falso:

Acompanhe a resposta do padre Marcelo Rossi, com o desmentido de que estaria pedindo votos para Baolsonaro:

Posted by Eloisa Deveze on Thursday, September 13, 2018