Seja Sócio Fórum
27 de setembro de 2018, 22h47

Página de Haddad no Facebook é alvo de ataque de perfis fake

Uma publicação da página do candidato, por exemplo, tem quase 3 mil reações negativas, mas todas são de perfis com nomes orientais ou árabes e que sequer têm fotos ou amigos; perfis deste tipo, normalmente, são controlados por computadores - os 'bots'

Reprodução/Facebook
A página do candidato à presidência Fernando Haddad (PT) no Facebook vem sendo alvo de ataques de perfis falsos, provavelmente controlados por computadores. Uma das postagens na página do petista, que é um vídeo do programa eleitoral, por exemplo, tem quase 3 mil reações negativas. Todas essas reações, no entanto, são de perfis com nomes em outros idiomas, a maioria orientais, e em suas páginas sequer há fotos, postagens ou amigos. São os típicos perfis robôs, também conhecidos como bots. Eles são programados para compartilhar, interagir e fazer volume nos perfis de forma automatizada de modo a gerar efeito positivo ou...

A página do candidato à presidência Fernando Haddad (PT) no Facebook vem sendo alvo de ataques de perfis falsos, provavelmente controlados por computadores.

Uma das postagens na página do petista, que é um vídeo do programa eleitoral, por exemplo, tem quase 3 mil reações negativas. Todas essas reações, no entanto, são de perfis com nomes em outros idiomas, a maioria orientais, e em suas páginas sequer há fotos, postagens ou amigos. São os típicos perfis robôs, também conhecidos como bots. Eles são programados para compartilhar, interagir e fazer volume nos perfis de forma automatizada de modo a gerar efeito positivo ou negativo, dependendo de quem controla. O fenômeno foi observado, por exemplo, no pleito que elegeu Donald Trump como presidente dos Estados Unidos em 2016.

Exemplos dos perfis que reagiram negativamente à postagem da página de Haddad (Reprodução/Facebook)

Não é difícil identificar que a ação foi orquestrada e que os perfis que reagiram negativamente na página de Haddad são fake. Além dos nomes estranhos e a falta de conteúdo em seus perfis, somente nesta postagem do petista em específico que há tamanho volume dessas reações negativas. Todas as outras postagens, quando há reações negativas, não chegam a passar de 100 e sempre de perfis de brasileiros e ativos na rede social.

Página de um dos perfis falsos que reagiram negativamente à postagem de Haddad. Sem fotos, sem conteúdo, sem amigos. (Reprodução/Facebook)

Uso de robôs 

Um recente levantamento realizado pelo instituto InternetLab apontou que cerca de 33% dos perfis que seguem o candidato Jair Bolsonaro (PSL) no Twitter são perfis falsos controlados por computadores.

O estudo constatou ainda que Alvaro Dias, senador do Podemos, é o candidato com maior percentagem de seguidores robôs: 60% dos seus quase 410 mil seguidores são perfis falsos.

Saiba mais aqui.

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum