21 de fevereiro de 2019, 18h33

Papa Francisco excomunga padre bolsonarista acusado de abusar de ex-freiras

O goiano Jean Rogers Rodrigo de Sousa, conhecido como padre Rodrigo Maria, já escreveu texto contra o PT e gravou vídeo pedindo votos para Bolsonaro antes das eleições

Foto: Reprodução/Vídeo
O papa Francisco excomungou o padre goiano Jean Rogers Rodrigo de Sousa, conhecido como padre Rodrigo Maria, por suspeita de abuso sexual contra ex-freiras e ex-noviças. Em função da medida, ele deixará de ser padre após 19 anos, de acordo com informações do Terra. Sousa é acusado de estuprar e molestar, ao menos, 11 mulheres ligadas à organização que fundou: Fraternidade Arca de Maria. A decisão é a pena mais grave que a Igreja Católica pode impor a um integrante do clero e conclui uma investigação canônica contra ele, que havia sido transferido para o Paraguai. Durante a campanha eleitoral,...

O papa Francisco excomungou o padre goiano Jean Rogers Rodrigo de Sousa, conhecido como padre Rodrigo Maria, por suspeita de abuso sexual contra ex-freiras e ex-noviças. Em função da medida, ele deixará de ser padre após 19 anos, de acordo com informações do Terra.

Sousa é acusado de estuprar e molestar, ao menos, 11 mulheres ligadas à organização que fundou: Fraternidade Arca de Maria. A decisão é a pena mais grave que a Igreja Católica pode impor a um integrante do clero e conclui uma investigação canônica contra ele, que havia sido transferido para o Paraguai.

Durante a campanha eleitoral, que antecedeu as eleições de 2018, Sousa divulgou um vídeo no qual pede votos para Jair Bolsonaro, por ser “o único candidato que combate o comunismo e é contra a ideologia de gênero e a política LGBT”.

“Golpe do PT”

Antes disso, em 2016, Sousa escreveu um “artigo”, cujo título é “Cristãos contra o golpe do PT”. Em um trecho do texto, ele diz: “É preciso reagir com energia. E além de rezar (o melhor seria o exorcismo), temos que, protestar nas ruas e na internet. Devemos utilizar de todos os meios legítimos para retirar Dilma, Lula, o PT e todos os que cometeram ilícitos”.

“O Juiz federal Sergio Moro, juntamente com o Ministério Público Federal e a Polícia Federal, têm feito excelente trabalho para desbaratar toda essa organização criminosa composta por empresários, doleiros, políticos e outros que, liderados pelo PT, se apropriaram do Estado brasileiro para se enriquecerem e sobretudo manter um projeto de poder”.

Eduardo Bolsonaro

Um dos filhos do presidente, o deputado Eduardo Bolsonaro replicou uma mensagem de Sousa no Twitter, onde o ex-padre fala em “invasão socialista na igreja”:

“Padre Rodrigo Maria denuncia a invasão socialista na igreja – já notável na CNBB – fato que vai contra os princípios da própria igreja católica”, tuitou Eduardo.

Assistam ao vídeo onde ex-padre pede votos para Bolsonaro:

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.