Imprensa livre e independente
07 de janeiro de 2019, 16h25

Papa Francisco faz discurso contra o crescimento do populismo e nacionalismo no mundo

Em encontro com diplomatas, pontífice demonstrou preocupação com o ressurgimento do populismo e do nacionalismo que, segundo ele, remete ao período entre guerras; líder religioso ainda defendeu o Pacto Global para Migração da ONU, rechaçado por Bolsonaro

Reprodução
Em encontro com diplomatas nesta segunda-feira (7), no Vaticano, o Papa Francisco voltou a criticar o crescimento de movimentos e governos populistas e nacionalistas pelo mundo. A fala parece ter sido um recado direto a países como Brasil, Itália, França, Holanda, Hungria e Polônia, onde tem se observado a ascensão de figuras e partidos populistas e anti-imigração. “A comunidade internacional e o sistema multilateral no seu conjunto estão passando por tempos difíceis com o ressurgimento de tendências nacionalistas que minam a vocação das organizações internacionais de serem um espaço de diálogo e encontro para todos os países”, disse o Papa....

Em encontro com diplomatas nesta segunda-feira (7), no Vaticano, o Papa Francisco voltou a criticar o crescimento de movimentos e governos populistas e nacionalistas pelo mundo. A fala parece ter sido um recado direto a países como Brasil, Itália, França, Holanda, Hungria e Polônia, onde tem se observado a ascensão de figuras e partidos populistas e anti-imigração.

“A comunidade internacional e o sistema multilateral no seu conjunto estão passando por tempos difíceis com o ressurgimento de tendências nacionalistas que minam a vocação das organizações internacionais de serem um espaço de diálogo e encontro para todos os países”, disse o Papa. Segundo o pontífice, tais aspirações nacionalistas e populistas remetem ao período entre guerras, quando surgiu, por exemplo, o nazismo e o fascismo.

Leia também
Chico Buarque é recebido pelo Papa Francisco e denuncia judicialização da política no Brasil

“O reaparecimento de tais sentimentos está progressivamente enfraquecendo o sistema multilateral, com o êxito de uma geral falta de confiança, de uma crise de credibilidade da política internacional e de uma progressiva marginalização dos membros mais vulneráveis da família das nações”, pontuou o líder religioso.

Veja também:  Investigado, ex-assessor de gabinete de Bolsonaro não tem registro de entrada na Câmara

No mesmo discurso, Francisco saiu em defesa do Pacto Global para Migração da Organização das Nações Unidas (ONU), acordo que, segundo o presidente Jair Bolsonaro, o Brasil deixará de fazer parte.

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum