Imprensa livre e independente
29 de junho de 2017, 12h08

Para desmentir Temer, ex-procurador diz que ganha R$ 110 mil mensais

No discurso que fez na terça (27), Temer chegou a insinuar que os supostos "milhões" recebidos por Miller da banca de advocacia contratada pela JBS "talvez não fossem unicamente para o assessor de confiança [de Janot]".

No discurso que fez na terça (27), Temer chegou a insinuar que os supostos “milhões” recebidos por Miller da banca de advocacia contratada pela JBS “talvez não fossem unicamente para o assessor de confiança [de Janot]”. Da Redação* A coluna de Mônica Bérgamo informa que o ex-procurador, Marcelo Miller, que foi braço direito de Rodrigo Janot na Operação Lava Jato, revelou a interlocutores os valores de sua remuneração na advocacia particular para rebater a acusação de Michel Temer de que ganhou “milhões de honorários”. Ele disse que recebe salário de cerca de R$ 25 mil. Com bônus, os vencimentos chegariam a R$...

No discurso que fez na terça (27), Temer chegou a insinuar que os supostos “milhões” recebidos por Miller da banca de advocacia contratada pela JBS “talvez não fossem unicamente para o assessor de confiança [de Janot]”.

Da Redação*

A coluna de Mônica Bérgamo informa que o ex-procurador, Marcelo Miller, que foi braço direito de Rodrigo Janot na Operação Lava Jato, revelou a interlocutores os valores de sua remuneração na advocacia particular para rebater a acusação de Michel Temer de que ganhou “milhões de honorários”. Ele disse que recebe salário de cerca de R$ 25 mil. Com bônus, os vencimentos chegariam a R$ 110 mil mensais.

“Neste ano, Miller migrou da equipe de Janot para um escritório de advocacia contratado pelo grupo JBS. Pouco depois, a empresa fechou acordo de delação premiada com o procurador-geral.

No discurso que fez na terça (27), Temer chegou a insinuar que os supostos “milhões” recebidos por Miller da banca de advocacia contratada pela JBS “talvez não fossem unicamente para o assessor de confiança [de Janot]”. Tanto o Ministério Público Federal quanto o próprio Miller já disseram que o ex-procurador não participou das negociações.”

Veja também:  Sob o comando de Marco Feliciano, bancada evangélica diz que blindará Moro incondicionalmente

*Com informações da coluna de Mônica Bérgamo

Foto: MP-MG

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum