Imprensa livre e independente
25 de outubro de 2017, 07h59

Para Maia, política não tem “amiguinho para sempre”, se referindo a Temer

Presidente da Câmara mostra que o Planalto não terá vida fácil, depois da provável vitória em relação à segunda denúncia da PGR, ressaltando que não é amigo do peemedebista.

Presidente da Câmara mostra que o Planalto não terá vida fácil, depois da provável vitória em relação à segunda denúncia da PGR, ressaltando que não é amigo do peemedebista. Da Redação* O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que, da sua parte, não há problema com o governo.  Entretanto, deixou claro que não é amigo de Michel Temer. “Em política não tem amiguinho. Muito menos para sempre”, respondeu o deputado, ao ser questionado por jornalistas se havia virado “amiguinho para sempre” de Temer. A pergunta foi feita porque Maia chegou à Câmara, após a reunião no Planalto, exibindo uma...

Presidente da Câmara mostra que o Planalto não terá vida fácil, depois da provável vitória em relação à segunda denúncia da PGR, ressaltando que não é amigo do peemedebista.

Da Redação*

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que, da sua parte, não há problema com o governo.  Entretanto, deixou claro que não é amigo de Michel Temer. “Em política não tem amiguinho. Muito menos para sempre”, respondeu o deputado, ao ser questionado por jornalistas se havia virado “amiguinho para sempre” de Temer. A pergunta foi feita porque Maia chegou à Câmara, após a reunião no Planalto, exibindo uma fisionomia alegre. “Estou de bom humor porque consegui ver meu filho hoje”, brincou. As informações são de Vera Rosa, de O Estado de S.Paulo.

“O Brasil vive uma crise profunda e a gente não pode misturar embate político com agenda da Câmara”, afirmou ele. Confiante de que os parlamentares enterrarão a acusação contra Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência), o governo já prepara o “day after” da crise e vai lançar o mote “Agora é Avançar”. O slogan aparecerá em campanhas publicitárias, discursos, programas e também nas redes sociais, conforme antecipou o Estado.

Veja também:  PM gaúcha prende 51 manifestantes: "Houve uso desproporcional de força", diz deputado

*Com informações do Brasil 247 e do Estado de S.Paulo

Foto: Agência Brasil

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum