14 de março de 2019, 21h00

Para vencer a reforma da Previdência é preciso unidade e aliança com o povo, avisa Lula

Mensagem foi transmitida pelo deputado federal José Guimarães e pelo vice-presidente do PT Luiz Dulci, que visitaram o ex-presidente

Foto: Reprodução/Vídeo
Uma das principais preocupações de Lula no momento é combater a reforma da previdência do governo de Jair Bolsonaro. Para isso, quer “unidade do partido e aliança com o povo brasileiro”. A revelação foi feita pelo deputado federal José Guimarães (PT-CE), que visitou o ex-presidente nesta quinta-feira (14), em Curitiba, junto com o vice-presidente do PT, Luiz Dulci. Conforme informou Guimarães após a visita, Lula está convicto de que o projeto de reforma da Previdência apresentado pelo governo deve impactar trabalhadoras e trabalhadores. O ex-presidente acha que o combate à reforma precisa ser prioridade dos 56 deputados do partido na Câmara. Outro...

Uma das principais preocupações de Lula no momento é combater a reforma da previdência do governo de Jair Bolsonaro. Para isso, quer “unidade do partido e aliança com o povo brasileiro”.

A revelação foi feita pelo deputado federal José Guimarães (PT-CE), que visitou o ex-presidente nesta quinta-feira (14), em Curitiba, junto com o vice-presidente do PT, Luiz Dulci.

Conforme informou Guimarães após a visita, Lula está convicto de que o projeto de reforma da Previdência apresentado pelo governo deve impactar trabalhadoras e trabalhadores.

O ex-presidente acha que o combate à reforma precisa ser prioridade dos 56 deputados do partido na Câmara. Outro desafio imposto pelo atual cenário político, de acordo com Lula, é a luta pela soberania, contra a política entreguista do atual governo, alinhado aos Estados Unidos.

Referência

O ex-presidente também pediu para seus visitantes transmitirem uma mensagem aos integrantes que participam da Vigília Lula Livre há 342 dias: “Continuem, porque é uma referência para o país inteiro”, informou Dulci.

Além disso, o ex-ministro ressaltou a força de Lula. “Quanto mais o lado de lá tenta derrubá-lo e destruí-lo mais forte ele se torna e se revela. A luta pela libertação do Lula não é só pela pessoa dele, por mais importante que ela seja, é pra resgatar a democracia no país. Sem a libertação do Lula não dá pra dizer que o Brasil será um país democrático”, acrescentou Dulci.

Assistam ao vídeo:

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.