ASSISTA
09 de Janeiro de 2015, 17h00

Paris: três suspeitos de envolvimento no atentado ao Charlie Hebdo são mortos

Os irmãos Said e Cherif Kouachi foram mortos pela polícia francesa após intensa perseguição.

Quatro reféns também morreram durante o conflito 

Por Redação

Os irmãos Said e Cherif Kouachi, suspeitos do atentado de quarta-feira (7) ao jornal satírico Charlie Hebdo, e mais um jihadista aliado, que mantinha reféns em um mercado de produtos judaicos em Paris, foram mortos pela polícia após intensa perseguição.

Várias explosões e tiros foram ouvidos nas proximidades da empresa gráfica na localidade de Dammartin-en-Goële, a noroeste da capital francesa, onde os irmãos se refugiaram pela manhã. As informações da imprensa internacional afirmam que há, também, quatro reféns entre os mortos.

Foto de capa: Agência Lusa