08 de fevereiro de 2019, 13h48

Paulo Guedes diz que Bolsonaro e militares olham para estatais como filhos: “hoje estão drogados”

Para ministro, presidente e militares olham para estatais "com carinho, como filhos, porque foram eles que as criaram. Mas eu digo, olha que seus filhos fugiram e hoje estão drogados"

Foto: Reprodução GloboNews
O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou em evento sobre privatizações no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) nesta sexta-feira (8), que Jair Bolsonaro (PSL) e os militares olham para algumas empresas “como filhos”, que hoje estariam drogados. “Eu falava que tinha que vender todas [as estatais], mas naturalmente o nosso presidente, os nossos militares olham para algumas delas com carinho, como filhos, porque foram eles que as criaram. Mas eu digo, olha que seus filhos fugiram e hoje estão drogados”, disse. Guedes não citou nomes das empresas, mas o governo já decidiu, por exemplo, que não privatizará...

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou em evento sobre privatizações no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) nesta sexta-feira (8), que Jair Bolsonaro (PSL) e os militares olham para algumas empresas “como filhos”, que hoje estariam drogados.

“Eu falava que tinha que vender todas [as estatais], mas naturalmente o nosso presidente, os nossos militares olham para algumas delas com carinho, como filhos, porque foram eles que as criaram. Mas eu digo, olha que seus filhos fugiram e hoje estão drogados”, disse.

Guedes não citou nomes das empresas, mas o governo já decidiu, por exemplo, que não privatizará a Petrobras.

“A velha política morreu. Não sabemos qual é a nova, mas sabemos que a velha política morreu. As estatais não vão alimentar mais aquela forma de fazer política”, afirmou.

Com informações da Folha de S.Paulo.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.