Imprensa livre e independente
03 de julho de 2018, 15h59

Paulo Teixeira rebate Dallagnol e pergunta se ele presta serviço aos EUA

“Caríssimo Dallagnol. Quando você fala da justiça estar a serviço de um chefe, você se refere aos serviços que você presta aos EUA? @deltanmd”, provocou o deputado

O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) rebateu o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, nesta terça-feira (3). “Caríssimo Dallagnol. Quando você fala da justiça estar a serviço de um chefe, você se refere aos serviços que você presta aos EUA? @deltanmd”, escreveu o parlamentar pelo Twitter. Caríssimo Dallagnol. Quando voce fala da justiça estar a serviço de um chefe, voce se refere aos serviços que voce presta aos EUA? @deltanmd — Paulo LULA Teixeira (@pauloteixeira13) July 3, 2018 Dallagnol postou que o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, contrariou determinação de Sergio Moro, no sentido...

O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) rebateu o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, nesta terça-feira (3). “Caríssimo Dallagnol. Quando você fala da justiça estar a serviço de um chefe, você se refere aos serviços que você presta aos EUA? @deltanmd”, escreveu o parlamentar pelo Twitter.

Dallagnol postou que o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, contrariou determinação de Sergio Moro, no sentido da obrigatoriedade do uso de tornozeleira eletrônica ao ex-ministro Zé Dirceu, porque o petista teria sido ‘ex-chefe’ do magistrado.

A insinuação de Dallagnol contra Toffoli também foi feita via Twitter. Na segunda (2), o ministro do STF cassou decisão de Moro que obrigava o uso de tornozeleira eletrônica por Dirceu, que havia sido libertado pela Segunda Turma do Supremo na semana passada.

Veja também:  Juíza que condenou Lula no caso do sítio reconhece que copiou sentença de Moro

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum