13 de abril de 2018, 10h48

PDT ingressa na Justiça para Ciro Gomes poder visitar Lula em Curitiba

Pré-candidato à presidência da República Ciro Gomes pediu, juntamente com o presidente e vice do seu partido, autorização para poder se encontrar com o ex-presidente na PF

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Ciro Gomes, pré-candidato à presidência da República pelo PDT, solicitou à 12ª Vara Federal de Curitiba, autorização para poder visitar o ex-presidente Lula, preso desde o último sábado (7), na superintendência da Polícia Federal, na capital paranaense. O pedido foi ratificado por Carlos Lupi e André Figueiredo, respectivamente, presidente e vice do partido. Ciro vem sendo alvo de críticas por não ter participado efetivamente, até o momento, de atos em solidariedade e apoio a Lula.

Segundo o Brasil 247, Ciro, Lupi e Figueiredo se apresentaram no requerimento como amigos do ex-presidente e garantem que não oferecem riscos ao funcionamento normal da PF. Eles ainda ressaltam o fato de que receber visitas é um direito inalienável do condenado e que o estado tem o dever de promover o respeito à dignidade do ser humano. Nesta semana, vários governadores do Nordeste e senadores da República foram a Curitiba com o objetivo de visitar o ex-presidente, mas a juíza Carolina Moura Lebbos negou a possibilidade.