#FÓRUMCAST
30 de junho de 2018, 16h59

Peça com Jesus travesti é censurada mais uma vez; desta vez, pelo governo de Pernambuco

Governo Estadual cancelou a apresentação da peça "O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu" no Festival de Inverno de Garanhuns alegando "prejuízos com parcerias estratégicas"; espetáculo já sofreu censura e tentativas de censura em outras cidades

A atriz Renata Carvalho como Jesus Trans, no espetáculo “O Evangelho Segundo Jesus – Rainha do Céu". Foto: Divulgação

O espetáculo “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu” sofreu uma nova censura. Desta vez, a proibição de apresentar a peça partiu do governo de Pernambuco, que cancelou a apresentação protagonizada pela atriz trans Renata Carvalho no Festival de Inverno de Garanhuns, que vai de 20 a 29 de julho.

Em nota oficial divulgada neste sábado (30), o governo do estado alega que cancelou a peça por conta “da polêmica causada pela atração e da possibilidade de prejuízos das parcerias estratégicas e nobres que o viabilizam”.

A peça apresenta uma releitura da história de Jesus Cristo e propõe que, se Jesus voltasse a viver nos dias de hoje, viveria no corpo de uma travesti. “A ideia é mostrar que Jesus pode estar presente entre os marginalizados. O texto é respeitoso e em nenhum momento vilipendia a liturgia cristã. Partir para a censura prévia é um ato de misoginia e transfobia”, criticou Rodrigo Dourado, professor de teatro na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em entrevista ao jornal Folha PE.

A diretora do espetáculo, Nathalia Mallo, afirmou que, diante da censura do governo de Pernambuco, a organização da peça, junto à classe artística do estado, pretendem abrir um crowdfundig para arrecadar fundos e apresentar a peça de maneira independente.

Essa não é a primeira vez que a peça com Jesus travesti é censurada. O espetáculo chegou a ser barrado pela Justiça em Jundiaí (SP) e proibido pelo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.