26 de janeiro de 2018, 15h21

Pepe Mujica sai em defesa de Lula: “É meu amigo”

Segundo o líder uruguaio, a tentativa de prisão de Lula culmina com o golpe de estado contra Dilma Rousseff, orquestrado por um sistema conservador.

Segundo o líder uruguaio, a tentativa de prisão de Lula culmina com o golpe de estado contra Dilma Rousseff, orquestrado por um sistema conservador.

Da Redação*

O ex-presidente e atual senador do Uruguai, Pepe Mujica, enviou seu apoio ao ex-presidente Lula, condenado em 2ª instância pelo Tribunal Regional Federal (TRF-4) a 12 anos e 1 mês de prisão na Operação Lava Jato. Para o líder uruguaio, a tentativa de prisão de Lula culmina com o golpe de estado contra Dilma Rousseff, orquestrado por um sistema conservador. “Existe a intenção de manter um sistema conservador e acredito que a justiça esteja agindo em conjunto com esse grupo”. Mujica não deve viajar ao Brasil pois teme pela epidemia de febre amarela, mas assegurou que já se comunicou com o presidente Lula porque ambos “são amigos”.

Em mais um episódio da perseguição judicial ao ex-presidente Lula, o juiz Ricardo Leite determinou a apreensão do passaporte de Lula. Este cerceamento de direitos impedirá o ex-presidente de participar, a convite da União Africana, da reunião de alto nível sobre o combate à fome em Adis-Abeba, na Etiópia.

*Com informações do Nocaute

Foto: Fotos Públicas