ASSISTA
08 de Fevereiro de 2012, 19h04

Perdoar, não matar! Perdoar não, matar!

O som, a carne assando, a mulherada balançando a bunda e eu pensando — Vida do caralho! – Isso não sai da minha cabeça. Amaldiçoar tudo e todos é o que faço ao pensar de novo nessa idéia… A casa caiu! Os panguão tão tudo aqui!… Eu queria, na verdade, culpar meus pais que me […]

O som, a carne assando, a mulherada balançando a bunda e eu pensando
— Vida do caralho! – Isso não sai da minha cabeça. Amaldiçoar tudo e todos é o que faço ao pensar de novo nessa idéia…
A casa caiu! Os panguão tão tudo aqui!…
Eu queria, na verdade, culpar meus pais que me trancaram quando era pivete. Acorrentaram-me ao alcance de suas vistas e, como um cão de guarda, fiquei arisco, arrogante, revoltado por não entender o que tinha feito de errado para não poder empinar pipa e jogar bola na rua.
… — Calma, bacana! Pra que esse cano?
… Malditos! Eu queria pensar, mas não conseguia. Não eram meus pais os culpados. Pensava no Carneiro, no Gaguinho, Pezão e em todos os caras que na escola (minha fuga de casa) acreditava serem os tais. Comecei, então, a provar coisas novas para ganhar respeito e atenção, mas não foi suficiente, acabei virando mais um prego no bairro. Não posso culpar esses caras também. Eu sempre soube que era usado e nunca fiz nada, sempre fui cagão, talvez herança da criação confinada.
… — Pra que ajoelhar, mano? Eu não fiz nada! O quê? Eu já falei que não sou eu, porra! Eu não mexo com esses bagulhos não, cara…
Sistema maldito! Droga, também não foi o sistema. Eu estudava muito no começo, até a professora Edi disse uma vez que eu tinha futuro. Se ela me visse agora, de joelhos, de joelhos e implorando para não morrer, para continuar vivo e como um prego para esses desgraçados.
… — Não me mata, cara! A minha mãe é doente e tá me esperando em casa. Eu não sei de droga nenhuma, caralho…
… Não… Alguém faz alguma coisa pelo amor de…
Deus? Sim, foi Deus! Foi ele sempre. Foi ele que me colocou neste mundo de merda. Ele quem escolheu meus pais, foi ele o responsável por tudo. Fez-me viver esta vida que escolhi… Ôpa! Eu escolhi? Fui eu! Fui eu o responsável!
… Deus! Fui eu!…
…PAW…


#tags