Imprensa livre e independente
24 de novembro de 2016, 21h59

PF teria informado Temer que ele foi gravado por Calero

De acordo com o jornalista Kennedy Alencar, circula em gabinetes de Brasília a informação de que Calero teria entregue à PF gravações de conversas suas com Temer, além de gravações de ligações de Geddel e Eliseu Padilha. Em depoimento, ex-ministro da Cultura disse que Michel Temer o “enquadrou” para que ele liberasse obra do prédio de Geddel Por Redação O ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, que pediu demissão do cargo na semana passada por “divergências” com o governo Temer, teria gravado conversas do presidente, do ministro-chefe da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, e do ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu...

De acordo com o jornalista Kennedy Alencar, circula em gabinetes de Brasília a informação de que Calero teria entregue à PF gravações de conversas suas com Temer, além de gravações de ligações de Geddel e Eliseu Padilha. Em depoimento, ex-ministro da Cultura disse que Michel Temer o “enquadrou” para que ele liberasse obra do prédio de Geddel

Por Redação

O ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, que pediu demissão do cargo na semana passada por “divergências” com o governo Temer, teria gravado conversas do presidente, do ministro-chefe da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, e do ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, e entregue tudo à Polícia Federal.

As informações são do jornalista Kennedy Alencar, que está acompanhando os bastidores da saída de Calero da pasta em Brasília.

“Informação que circula em gabinetes de Brasília dá conta de que Marcelo Calero entregou gravações à PF, inclusive de conversa com Temer” ; “PF informa à pasta da Justiça que Calero gravou Temer, Geddel e Padilha”, tuitou, em sequência, o jornalista.

Veja também:  Filho de Teori Zavascki posta "reflexão" sobre e-mails corporativos de Moro e Dallagnol serem investigados

Esse último tweet do jornalista se refere ao mais novo post em seu blog que diz que o ministério da Justiça teria sido informado pela Policia Federal sobre a gravação de Calero.

Calero, em depoimento à Polícia Federal, disse que o presidente Michel Temer o “enquadrou” para que ele liberasse a obra embargada pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) em Salvador (BA).

O empreendimento em questão é o prédio La Vue Ladeira da Barra, que uma das unidades foi adquirida pelo ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima.

Na semana passada, Calero disse que pediu demissão do cargo porque Geddel estava o “pressionando” para que a obra fosse liberada.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum