Imprensa livre e independente
27 de abril de 2018, 15h09

PGR decide arquivar ação contra Gleisi Hoffmann por entrevista à Al Jazeera

Segundo procuradoria, a senadora fez “um discurso político, em legítima manifestação de seu pensamento e de sua opinião” e que “sua manifestação não caracteriza conduta típica, punível e culpável”

Foto: Paulo Pinto/Agência PT Por Brasil 247 A Procuradoria-Geral da República (PGR) determinou o arquivamento de representação apresentada na semana passada contra a senadora e presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, por conta de uma entrevista que ela concedeu ao canal de TV árabe Al Jazeera. Segundo o vice-procurador-geral da República, Luciano Mariz Maia, Gleisi fez “um discurso político, em legítima manifestação de seu pensamento e de sua opinião” e que “sua manifestação não caracteriza conduta típica, punível e culpável, em nenhuma das inúmeras hipóteses veiculadas nas normas supra transcritas. Nem em qualquer outra norma”. Na representação feita pelo deputado...

Foto: Paulo Pinto/Agência PT

Por Brasil 247

A Procuradoria-Geral da República (PGR) determinou o arquivamento de representação apresentada na semana passada contra a senadora e presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, por conta de uma entrevista que ela concedeu ao canal de TV árabe Al Jazeera. Segundo o vice-procurador-geral da República, Luciano Mariz Maia, Gleisi fez “um discurso político, em legítima manifestação de seu pensamento e de sua opinião” e que “sua manifestação não caracteriza conduta típica, punível e culpável, em nenhuma das inúmeras hipóteses veiculadas nas normas supra transcritas. Nem em qualquer outra norma”.

Na representação feita pelo deputado federal Major Olímpio (PSL-SP), constava a alegação de que a senadora teria incorrido em crimes previstos pela Lei de Segurança Nacional. “Não havendo necessidade de qualquer outra instrução probatória, sendo suficiente para apreciação do tema a documentação (inclusive mídia) já existente, e havendo prova de não ocorrência de qualquer fato típico, punível e culpável, por se estar em situação de exercício legítimo da liberdade de expressão e de pensamento, determino o arquivamento desta notícia de fato”, conclui Maia.

Veja também:  Presidente de Portugal parabeniza Chico Buarque. Bolsonaro até agora não se manifestou

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum