30 de novembro de 2018, 22h18

Pintura que mostra tucano em orgia é retirada de exposição na Alesp

Quadro intitulado “Luxúria” fazia parte da mostra “Olhar 2018” e foi censurado porque o tucano é o símbolo do PSDB

Foto: Reprodução

O quadro intitulado “Luxúria”, do artista Euzébio de Assis Ribeiro Pinto, foi sumariamente retirado de uma exposição, realizada na Assembleia Legislativa de São Paulo. O fato ocorreu nesta quinta-feira (29), de acordo com informações do Metro Jornal. A pintura mostra seres com corpos humanos e cabeças de animais em uma orgia. Todos estão nus e, entre eles, aparece um corpo de mulher com rosto de tucano.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

O tucano, notoriamente, é o símbolo do PSDB, partido do governador eleito João Doria e do presidente da Alesp, Cauê Macris.

Antes da realização do segundo turno das últimas eleições, um vídeo no qual supostamente envolvia João Doria em uma orgia com cinco mulheres viralizou. O ex-prefeito de São Paulo negou veementemente a participação.

Paco de Assis, curador da exposição, informou à coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo que a obra passou despercebida e foi removida para evitar comentários.

“Luxúria” integrava a exposição “Olhar 2018”, inaugurada na terça-feira (27), com apoio do deputado estadual Hélio Nishimoto, curiosamente, também do PSDB.

Agora que você chegou ao final deste texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais