Imprensa livre e independente
31 de março de 2017, 08h04

PMs filmados ao executar dois homens em Acari são presos em flagrante. Veja o vídeo

Dois policias militares foram filmados executando dois homens em Acari, na Zona Norte do Rio. Os dois foram presos em flagrante durante a madrugada desta sexta-feira (31) enquanto prestavam depoimento na Divisão de Homicídios da capital

Dois policias militares foram filmados executando dois homens em Acari, na Zona Norte do Rio. Os dois foram presos em flagrante durante a madrugada desta sexta-feira (31) enquanto prestavam depoimento na Divisão de Homicídios da capital. Da Redação com Informações do G1 Dois policias militares foram filmados executando dois homens em Acari, na Zona Norte do Rio. Os dois foram presos em flagrante durante a madrugada desta sexta-feira (31) enquanto prestavam depoimento na Divisão de Homicídios da capital. A informação é do porta-voz da Polícia Militar, Ivan Blaz. Nas imagens, os PMs atiram em dois homens caídos no chão, feridos...

Dois policias militares foram filmados executando dois homens em Acari, na Zona Norte do Rio. Os dois foram presos em flagrante durante a madrugada desta sexta-feira (31) enquanto prestavam depoimento na Divisão de Homicídios da capital.

Da Redação com Informações do G1

Dois policias militares foram filmados executando dois homens em Acari, na Zona Norte do Rio. Os dois foram presos em flagrante durante a madrugada desta sexta-feira (31) enquanto prestavam depoimento na Divisão de Homicídios da capital. A informação é do porta-voz da Polícia Militar, Ivan Blaz.

Nas imagens, os PMs atiram em dois homens caídos no chão, feridos e desarmados, perto de uma escola em Fazenda Botafogo, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Os homens estão se mexendo quando os policiais atiram contra eles, com fuzis. A corregedoria da PM disse, na noite de quinta-feira, que estava apurando a gravação.

Morte de menina

Mais cedo, a PM tinha informado sobre um tiroteio no mesmo bairro, que terminou com uma estudante identificada como Maria Eduarda morta e dois homens feridos. Posteriormente, a corporação falou que os feridos morreram.

Veja também:  Detidos na greve geral em São Paulo são liberados após audiência de custódia

Depois da divulgação do vídeo, a assessoria de imprensa da Polícia Militar informou que o comando da corporação teve conhecimento da gravação que circula nas redes sociais “e mostra a atuação de policiais militares na área da Fazenda Botafogo na tarde desta quinta-feira (30)”.

“Em virtude do que é exposto, o Comandante Geral determinou que a Corregedoria Interna da Polícia Militar assuma a apuração da flagrante ilegalidade e assim responsabilize os envolvidos”, diz a nota.

A estudante Maria Eduarda, de 13 anos, foi baleada durante uma aula de Educação Física, numa escola pública. Veja abaixo a nota da PM do Rio sobre esta ocorrência:

“A Assessoria de Imprensa informa que, segundo o Comando do 41º BPM (Irajá), o batalhão foi acionado na tarde desta quinta-feira (30/03), para intervir em ação de marginais que estavam praticando crimes na Rua Prefeito Sá Lessa, Fazenda Botafogo, próxima ao Rio Acari. Houve confronto. Após, os policiais receberam a informação que uma adolescente foi atingida por um disparo de arma de fogo dentro da Escola Municipal Daniel Piza, e não resistiu. A área foi isolada para realização da perícia. Ainda no confronto, dois homens foram feridos e com eles foram apreendidos um fuzil e uma pistola”. Mais tarde, a PM informou que os feridos tinha morrido.

 

Veja também:  Greenwald aponta erros crassos de inglês em documentos atribuídos a ele divulgados por canais do PSL

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum