Imprensa livre e independente
17 de janeiro de 2015, 10h47

Polícia de Miami utiliza fotos de pessoas negras em tiro ao alvo

O chefe da polícia de Miami admitiu a utilização das imagens, mas negou “motivação racista” Por Redação De acordo com denúncia feita pelo sargento da Guarda Nacional da Flórida, Valerie Deant, a polícia de Miami utiliza a foto de pessoas negras condenadas pela justiça no treino de tiro. O chefe da Polícia de Miami, J. Scott Dennis, admitiu o uso das imagens, mas disse que não há “motivação racista”. “Não houve transgressão de nossas políticas. Não haverá medidas disciplinares para os policiais envolvidos nisto”, declarou Dennis. Valerie Dant tomou conhecimento das fotos utilizadas após treinar no campo de tiro de...

O chefe da polícia de Miami admitiu a utilização das imagens, mas negou “motivação racista”

Por Redação

De acordo com denúncia feita pelo sargento da Guarda Nacional da Flórida, Valerie Deant, a polícia de Miami utiliza a foto de pessoas negras condenadas pela justiça no treino de tiro. O chefe da Polícia de Miami, J. Scott Dennis, admitiu o uso das imagens, mas disse que não há “motivação racista”. “Não houve transgressão de nossas políticas. Não haverá medidas disciplinares para os policiais envolvidos nisto”, declarou Dennis.

Valerie Dant tomou conhecimento das fotos utilizadas após treinar no campo de tiro de Medley Fireams, local utilizado pela polícia de North Miami Beach. Entre as imagens estava a do irmão de Deant. “Me perguntei porque estavam usando meu irmão como alvo”, declarou à TV local o sargento.

A foto de Woody Deant, irmão do sargento que fez a denúncia, foi tirada em 2000, quando esteve preso.

O fato ocorre justamente em um momento onde os Estados Unidos discutem a questão do racismo em sua corporação policial, que veio à tona posteriormente aos casos de Ferguson, onde Tamir Rice, Eric Garner, Dontrer Hamilton e Michael Brown, todos negros, foram mortos por policiais brancos. E, em todos os casos, uma coincidência: estavam desarmados.

Veja também:  Casa Rosada é evacuada às pressas após suspeita de bomba

 

Foto: NBC

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum