Imprensa livre e independente
10 de abril de 2015, 09h00

Polícia Federal deflagra nova fase da Lava Jato em 6 estados e no DF

Nesta etapa, intitulada A Origem, aproximadamente 80 policiais federais cumprem 32 mandados judiciais, sendo sete de prisão, nove de condução coercitiva e 16 de busca e apreensão.

Nesta etapa, aproximadamente 80 policiais federais cumprem 32 mandados judiciais, sendo sete de prisão, nove de condução coercitiva e 16 de busca e apreensão na manhã desta sexta-feira (10) Por Redação A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta sexta-feira (10) a 11ª fase da Operação Lava Jato. Nesta etapa, intitulada A Origem, aproximadamente 80 policiais federais cumprem 32 mandados judiciais, sendo sete de prisão, nove de condução coercitiva e 16 de busca e apreensão. Foram presos o ex-deputado federal André Vargas (ex-PT-PR, atualmente sem partido), o ex-deputado federal Luiz Argôlo (ex-PP e hoje no SD-BA), Pedro Correia (PP-PE e...

Nesta etapa, aproximadamente 80 policiais federais cumprem 32 mandados judiciais, sendo sete de prisão, nove de condução coercitiva e 16 de busca e apreensão na manhã desta sexta-feira (10)

Por Redação

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta sexta-feira (10) a 11ª fase da Operação Lava Jato. Nesta etapa, intitulada A Origem, aproximadamente 80 policiais federais cumprem 32 mandados judiciais, sendo sete de prisão, nove de condução coercitiva e 16 de busca e apreensão.

Foram presos o ex-deputado federal André Vargas (ex-PT-PR, atualmente sem partido), o ex-deputado federal Luiz Argôlo (ex-PP e hoje no SD-BA), Pedro Correia (PP-PE e ex-presidente da legenda). Além deles, foram detidos o irmão de André Vargas, Leoon Vargas; Ivan Mernon da Silva Torres; Élia Santos da Hora, secretária de Argôlo, e Ricardo Hoffmann, diretor de uma agência de publicidade. Todos serão levados para a superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

A ação acontece em seis estados – Paraná, Bahia, Ceará, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo – e no Distrito Federal. Segundo a PF, a atual fase se baseia em remessas de investigações do Supremo Tribunal Federal e apura fatos atribuídos a três grupos de ex-agentes políticos, que abrangem suspeitas de crimes de organização criminosa, quadrilha ou bando, corrupção ativa, corrupção passiva, fraude em procedimento licitatório, lavagem de dinheiro, uso de documento falso e tráfico de influência.

Veja também:  Movimento de Teatro de Grupo de SP lança abaixo-assinado contra paralisação de fomento

Além de fatos ocorridos na esfera da Petrobras, também são investigados nesta etapa desvios de recursos em outros órgãos públicos federais.

Com informações da Agência Brasil e outras agências

Foto: Divulgação Polícia Federal

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum