Imprensa livre e independente
01 de julho de 2017, 09h05

Polícia Federal informa que acabaram as tornozeleiras eletrônicas em Brasília

Luiz Edson Fachin, mandou soltar Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) mediante o uso de tornozeleira eletrônica. Só que o equipamento acabou em Brasília.

Luiz Edson Fachin mandou soltar Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) mediante o uso de tornozeleira eletrônica. Só que o equipamento acabou em Brasília. Da Redação* O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Edson Fachin, mandou soltar Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), mediante o uso de tornozeleira eletrônica, nesta sexta-feira (30). A Polícia Federal, no entanto, divulgou uma nota na qual informou que não havia mais o equipamento disponível em Brasília. Uma tornozeleira foi cedida pelo estado de Goiás e somente estará disponível para uso do deputado neste sábado (1º). A defesa de Loures havia informado que pediria ao STF para o ex-deputado...

Luiz Edson Fachin mandou soltar Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) mediante o uso de tornozeleira eletrônica. Só que o equipamento acabou em Brasília.

Da Redação*

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Edson Fachin, mandou soltar Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), mediante o uso de tornozeleira eletrônica, nesta sexta-feira (30).

A Polícia Federal, no entanto, divulgou uma nota na qual informou que não havia mais o equipamento disponível em Brasília. Uma tornozeleira foi cedida pelo estado de Goiás e somente estará disponível para uso do deputado neste sábado (1º).

A defesa de Loures havia informado que pediria ao STF para o ex-deputado ser solto ainda nesta sexta, mesmo sem a tornozeleira, para não dormir mais uma noite na prisão.

Posteriormente, porém, o advogado Cezar Bittencourt informou que irá aguardar a chegada do equipamento e respeitará o prazo estimado pela PF.

O ex-deputado, pela decisão de Edson Fachin, deverá permanecer em casa à noite (de 20h às 6h), nos finais de semana e em feriados.

Foto: Secretaria de Justica do Paraná/Divulgação

Veja também:  Fórum Onze e Meia | O governo vira balbúrdia e a tsunami avança nas ruas

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum