Seja Sócio Fórum
01 de novembro de 2016, 10h03

Polícia Militar cumpre desocupação de escola no Distrito Federal

O Centro de Ensino Médio Ave Branca foi desocupado na manhã desta terça-feira (1) após confronto entre alunos pró e contra a mobilização.

O Centro de Ensino Médio Ave Branca foi desocupado na manhã desta terça-feira (1) após confronto entre alunos pró e contra a mobilização Por Redação Nesta terça-feira (1), a Polícia Militar, Conselho Tutelar e Júlio Gregório Filho, secretário de Educação do Distrito Federal, negociaram com secundaristas a desocupação pacífica do Colégio de Ensino Médio Ave Branca, na cidade de Taguatinga. A ocupação começou em 27 de outubro e tinha como principal alicerce a reação contra a PEC 241, que limita os gastos públicos pelos próximos vinte anos. O grupo também protestava contra a reforma do Ensino Médio, que tira a obrigatoriedade de estudantes...

O Centro de Ensino Médio Ave Branca foi desocupado na manhã desta terça-feira (1) após confronto entre alunos pró e contra a mobilização

Por Redação

Nesta terça-feira (1), a Polícia Militar, Conselho Tutelar e Júlio Gregório Filho, secretário de Educação do Distrito Federal, negociaram com secundaristas a desocupação pacífica do Colégio de Ensino Médio Ave Branca, na cidade de Taguatinga.

A ocupação começou em 27 de outubro e tinha como principal alicerce a reação contra a PEC 241, que limita os gastos públicos pelos próximos vinte anos. O grupo também protestava contra a reforma do Ensino Médio, que tira a obrigatoriedade de estudantes cursarem matérias como Sociologia, Filosofia e Educação Física, por exemplo.

A desocupação acontece após confronto entre estudantes pró e contra a mobilização na noite de 31 de outubro. Com troca de socos e uso de bombas, houve enfrentamento entre os jovens depois que alunos contrários ao ato pularam os muros da escola e iniciaram conflito.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum