Seja Sócio Fórum
15 de abril de 2019, 09h35

Policial civil mata PM durante troca de tiros em casa de shows do DF. Vídeo

Nas imagens é possível ver o momento em que o PM passa pelo policial e eles se esbarram. Os dois sacam as armas e o militar é atingido por três disparos e cai no chão

Foto: Facebook
Um policial civil, que ainda não teve a identidade revelada, matou o 1º tenente da Policia Militar, Herison de Oliveira Bezerra, e baleou uma mulher, na madrugada desta segunda-feira (15), na casa de shows Barril 66, em Águas Claras, no Distrito Federal. Nas imagens do circuito interno de segurança do local é possível ver o momento em que o PM passa pelo policial e eles se esbarram. Em seguida, os dois sacam as armas e o militar é atingido por três disparos e cai no chão. Segundo a polícia, que foi chamada pelo 190, o crime aconteceu por volta 3h...

Um policial civil, que ainda não teve a identidade revelada, matou o 1º tenente da Policia Militar, Herison de Oliveira Bezerra, e baleou uma mulher, na madrugada desta segunda-feira (15), na casa de shows Barril 66, em Águas Claras, no Distrito Federal.

Nas imagens do circuito interno de segurança do local é possível ver o momento em que o PM passa pelo policial e eles se esbarram. Em seguida, os dois sacam as armas e o militar é atingido por três disparos e cai no chão.

Segundo a polícia, que foi chamada pelo 190, o crime aconteceu por volta 3h da manhã e a polícia ainda apura o que pode ter acontecido.

Antes de chegar ao local, os policiais ouviram tiros. Na casa de shows encontraram o PM baleado com três tiros no tórax. Ele chegou a ser levado para o Hospital Regional de Taguatinga, mas não resistiu e morreu no local. O tenente trabalhava no 10º Batalhão da PMDF, em Ceilândia.

Já a mulher levou um tiro na perna e foi levada para o Hospital de Base, mas segundo familiares, não corre risco.

O estabelecimento tem capacidade para 1.500 pessoas. Segundo o gerente, o local estava lotado e todos saíram correndo após os tiros. O prejuízo foi estimado em R$ 26 mil.

Até a publicação desta reportagem, o autor dos disparos prestava depoimento na Corregedoria da Polícia Civil.

Com informações do G1

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum