Imprensa livre e independente
22 de janeiro de 2018, 15h48

Policial suspeito de estupro em SP se entrega; vídeo mostra momento do crime

Imagens de uma câmera de segurança flagraram o momento em que a técnica em nutrição é atacada, às 7h, pelo criminoso. Veja o vídeo

Imagens de uma câmera de segurança flagraram o momento em que a técnica em nutrição é atacada, às 7h, pelo criminoso. Veja o vídeo Da Redação* Um cabo da PM (Polícia Militar) suspeito de ter estuprado uma jovem de 18 anos no último dia 14 de janeiro, no Aricanduva, zona leste de São Paulo, e que teve o pedido de prisão temporária decretado pela Polícia Civil, se apresentou à delegacia e estava sendo ouvido por volta das 14h desta segunda-feira (22). Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais. Imagens de uma...

Imagens de uma câmera de segurança flagraram o momento em que a técnica em nutrição é atacada, às 7h, pelo criminoso. Veja o vídeo

Da Redação*

Um cabo da PM (Polícia Militar) suspeito de ter estuprado uma jovem de 18 anos no último dia 14 de janeiro, no Aricanduva, zona leste de São Paulo, e que teve o pedido de prisão temporária decretado pela Polícia Civil, se apresentou à delegacia e estava sendo ouvido por volta das 14h desta segunda-feira (22).

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

Imagens de uma câmera de segurança flagraram o momento em que a técnica em nutrição é atacada, às 7h, pelo criminoso. O homem, que dirigia um Fiat Siena preto, desce, espera a vítima se aproximar e a puxa pelos braços. Ele obriga a mulher a entrar no banco de trás do veículo. O PM suspeito tem um carro da mesma marca, modelo e cor.

Dentro do carro, o criminoso manteve uma arma apontada para a vítima e a estuprou por 30 minutos, segundo a Polícia Civil. O caso também é investigado pela Corregedoria da Polícia Militar e acompanhado pelo ouvidor das duas polícias, Julio Cesar Fernandes. A equipe que ouvia o cabo na tarde desta segunda informou à reportagem que iria “preservar os investigados até a finalização do inquérito”.

Veja também:  Milícia bolsonarista nas redes faz MBL perder mais de 50 mil seguidores

À polícia, a vítima relatou que não sabe se o criminoso usou preservativo. Enquanto a estuprava, ele impediu que ela olhasse seu rosto.

*Leia a matéria completa no UOL

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum