Portugal legalizará imigrantes ilegais que vivem no país  | Revista Fórum
03 de julho de 2018, 15h41

Portugal legalizará imigrantes ilegais que vivem no país 

Na contramão de Europa e Estados Unidos, o governo socialista de Portugal anunciou que legalizará imigrantes sem visto que trabalham no país. Medida deve regularizar situação de cerca de 30 mil pessoas, boa parte delas brasileiras 

(Foto: Marieta Cazarré/Agência Brasil)

O governo de Portugal anunciou nesta segunda-feira (3) que vai editar um decreto para legalizar imigrantes ilegais que moram e trabalham no país há pelo menos um ano. A medida deve regularizar a situação de cerca de 30 mil pessoas que não tem visto. Boa parte dos estrangeiros que vivem em Portugal é formada por brasileiros.

O decreto concederá uma autorização de residência especial para os estrangeiros e eles ficarão isentos de apresentar documentação que prove entrada legal no país. A maioria das pessoas que estão ilegais entraram em Portugal com vistos de turista.

“É criado um mecanismo de regularização destas situações de residência, assentes numa entrada legal anterior, através da verificação da integração na sociedade portuguesa e da existência de um contrato ou de uma promessa de contrato de trabalho”, detalhou o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

O movimento de legalização de imigrantes por parte do governo socialista de Portugual vai na contramão das políticas que vêm sendo adotadas em outros países da Europa e nos Estados Unidos, que têm fechado cada vez mais o cerco contra estrangeiros sem visto.

Um dos objetivos do decreto português é combater o decréscimo populacional. Com apenas 10,3 milhões de habitantes, Portugal é um dos países com a população mais velha da Europa.