#FÓRUMCAST
08 de julho de 2018, 17h26

Prazo vence e PF mantém Lula ilegalmente preso

Em novo despacho, desembargador Rogério Favreto reiterou a determinação de soltura e deu prazo de uma hora para que a PF solte Lula

Foto: Ricardo Stuckert

O desembargador Rogério Fraveto, do Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, reiterou às 16h12 deste domingo (8), novamente, a decisão de mandar soltar o ex-presidente Lula após o despacho do relator da Lava Jato no tribunal, João Pedro Gebran Neto, suspendendo o habeas corpus. Favreto deu prazo para que a Polícia Federal solte Lula em até uma hora: ou seja, Lula deveria ser solto até às 17h12.

O prazo já se esgotou e Lula ainda não foi solto. A Polícia Federal está, portanto, desacatando uma ordem judicial e mantendo o petista preso de forma ilegal.

Neste momento, milhares de apoiadores do ex-presidente Lula aguardam sua libertação na Vigília Lula Livre, nas proximidades da sede da Polícia Federal. Parlamentares petistas também estão no local para garantir que o ex-presidente seja solto.

Mais informações em breve.