ASSISTA
01 de Maio de 2018, 08h38

Prédio ocupado por movimento social desaba em chamas no centro de SP

O Corpo de Bombeiros confirmou, até o momento, que uma pessoa morreu; no local, viviam mais de 100 famílias de um movimento de luta por moradia

Foto: Corpo de Bombeiros/SP

Por Agência Brasil

Um prédio de 26 andares no centro da capital paulista, onde viviam mais de 100 famílias, desabou em chamas por volta das 3 horas de hoje (1º), após ter sido atingido por um incêndio. O edifício, que ficava na Avenida Rio Branco, na região do Largo do Paissandu, era ocupado por um movimento social de defesa ao direto a moradia.

O Corpo de Bombeiros confirmou, até o momento, que uma pessoa morreu. Não há informações oficiais sobre o número de desaparecidos. Uma faixa da avenida Rio Branco foi tomada pelos escombros do edifício que desabou.

Um segundo prédio, próximo ao que desabou, também foi atingido pelo incêndio. O edifício, no entanto, estava vazio e as chamas estão restritas a um único andar. Cerca de 160 membros do Corpo de Bombeiros atendem a ocorrência.