Imprensa livre e independente
07 de julho de 2017, 18h52

Presidenta do PT, Gleisi Hoffmann proíbe parlamentares petistas de negociar com Maia

Presidente da Câmara, Maia já estaria se preparando para assumir a presidência da República em uma eventual queda de Temer  Por Redação  A presidenta nacional do PT, senadora Glesi Hoffmann (PR), afirmou nesta sexta-feira (7) que os parlamentares petistas estão proibidos de fazer negociações com Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados. “Não há nenhum parlamentar autorizado a fazer negociação”, afirmou a senadora em um encontro de mulheres do partido em Brasília. Rodrigo Maia vem sendo apontado como o provável sucessor de Temer caso ele seja afastado por conta das denúncias de corrupção. Ele é o primeiro que assume...

Presidente da Câmara, Maia já estaria se preparando para assumir a presidência da República em uma eventual queda de Temer 

Por Redação 

A presidenta nacional do PT, senadora Glesi Hoffmann (PR), afirmou nesta sexta-feira (7) que os parlamentares petistas estão proibidos de fazer negociações com Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados.

“Não há nenhum parlamentar autorizado a fazer negociação”, afirmou a senadora em um encontro de mulheres do partido em Brasília.

Rodrigo Maia vem sendo apontado como o provável sucessor de Temer caso ele seja afastado por conta das denúncias de corrupção. Ele é o primeiro que assume a presidência na linha sucessória caso a Câmara aceite a denúncia da procuradoria-geral da República contra o peemedebista e já é cotado para ser candidato em uma possível eleição indireta ou mesmo em 2018.

Para Gleisi, o afastamento de Temer não é o suficiente e “só há um jeito de consertar o país: eleições diretas”.

“Nós não vamos aceitar [Maia]. Não precisam me chamar para conversar. A oposição, o PT, não estará em uma mesa de conversa como essa”, disse. “É farinha do mesmo saco, daquele pessoal que deu o golpe, tirou a presidenta Dilma e, mais do que isso, daquele pessoal que está patrocinando os retrocessos contra o povo brasileiro e a classe trabalhadora. Não vamos aceitar dizer que isso será uma transição. É fora, Maia, também”, completou.

Veja também:  Bolsonaro comemora queda de fiscalização pelo Ibama; especialista vê "pulverização do Estado brasileiro"

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum