AO VIVO
29 de junho de 2017, 09h37

Procurador preso em esquema JBS diz querer falar

Base de apoio ao presidente Temer no Congresso pretende convocar Ângelo Villela como forma de pressionar o procurador geral, Rodrigo Janot   Por Redação*     Foto: José Cruz/EBC/FotosPúblicas   O procurador do Ministério Público Federal, Ângelo Villela, preso pela denúncia de receber propina para repassar informações ao grupo JBS, quer falar ao MP, à Polícia Federal ou à Justiça […]

Base de apoio ao presidente Temer no Congresso pretende convocar Ângelo Villela como forma de pressionar o procurador geral, Rodrigo Janot

 

Por Redação*     Foto: José Cruz/EBC/FotosPúblicas

 

O procurador do Ministério Público Federal, Ângelo Villela, preso pela denúncia de receber propina para repassar informações ao grupo JBS, quer falar ao MP, à Polícia Federal ou à Justiça e dar sua versão do caso, segundo o que publica a coluna  Painel, da Folha de S.Paulo. Ele nega a pessoas próximas que tenha praticado qualquer ato de corrupção.

Essa informação, porém, tem de ser lida com ressalvas. Faz parte da estratégia da base aliada de Temer no Congresso usar o depoimento de Villela na guerra contra o procurador geral, Rodrigo Janot. Estão tentando articular a criação da CPI da JBS, na qual seria ouvido. E é bom sempre lembrar que a Folha de S.Paulo tem muitas vezes ajudado a defesa de Temer, como no caso da perícia que contratou e afirmava que a gravação de Joesley Batista tinha mais de 50 pontos de edição, o que depois foi desmentido por laudo da Polícia Federal. (Leia aqui).

 

*Com informações do Painel, FSP