09 de março de 2018, 16h09

Professor da UFBA, responsável pela disciplina do golpe, é intimado a depor

Carlos Zacarias, do departamento de História da Universidade Federal da Bahia (UFBA), foi intimado a prestar depoimento à Justiça nesta sexta-feira (9)

Zacarias: “O reitor João Carlos Salles também foi citado. Ou seja, a UFBA foi atingida, está sendo agredida, posta à prova” – Foto: Arquivo Pessoal

O professor Carlos Zacarias, do departamento de História da Universidade Federal da Bahia (UFBA), foi intimado por um oficial de Justiça a prestar depoimento nesta sexta-feira (9). Ele é responsável pela criação da disciplina “Tópicos Especiais em História: o golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil”, na UFBA. Em entrevista ao Bahia Notícias, o docente disse que, no momento, “é apenas para a gente se pronunciar”. “Tenho 10 dias para me manifestar. O reitor João Carlos Salles também foi citado. Ou seja, a UFBA foi atingida, está sendo agredida, posta à prova”, afirmou ele, que recebeu a notificação em seu local de trabalho.

Em declaração à Paloma Varón, da RFI, Zacarias defendeu a oferta da disciplina sobre o Golpe de 2016. “Quando poderemos falar do golpe de 2016? Quando este governo acabar? Se só pudermos falar quando este governo acabar, significará que este governo impõe, é autoritário”, avalia. “Há um razoável consenso sobre o que se constituiu no golpe de 2016 e sobre os riscos que a democracia vem correndo no país”, acrescentou Zacarias.