Imprensa livre e independente
19 de maio de 2015, 10h43

Professor desmonta tese da diminuição da maioridade penal

Como em uma aula, Bohn Gass explica didaticamente os mitos que giram em torno da proposta e comprova a ineficiência da redução por meio de dados objetivos, como o de que apenas 0,01% dos jovens entre 12 e 17 anos cometem crimes; assista

Como em uma aula, Bohn Gass explica didaticamente os mitos que giram em torno da proposta e comprova a ineficiência da redução por meio de dados objetivos, como o de que apenas 0,01% dos jovens entre 12 e 17 anos cometem crimes violentos; assista Por Redação Começou a circular esta semana nas redes sociais a aula que o professor de História e deputado federal Elvino Bohn Gass (PT-RS) deu sobre a proposta de redução da maioridade penal (PEC 171/93) que tramita no Congresso Nacional. Em um vídeo objetivo e didático, Bohn Gass busca desmontar os mitos que giram em torno...

Como em uma aula, Bohn Gass explica didaticamente os mitos que giram em torno da proposta e comprova a ineficiência da redução por meio de dados objetivos, como o de que apenas 0,01% dos jovens entre 12 e 17 anos cometem crimes violentos; assista

Por Redação

Começou a circular esta semana nas redes sociais a aula que o professor de História e deputado federal Elvino Bohn Gass (PT-RS) deu sobre a proposta de redução da maioridade penal (PEC 171/93) que tramita no Congresso Nacional.

Em um vídeo objetivo e didático, Bohn Gass busca desmontar os mitos que giram em torno da proposta e, por meio de dados da Unicef, mostra o quão ineficiente seria reduzir a maioridade penal dos 18 para os 16 anos.

Entre os dados utilizados pelo professor está o fato de que, por exemplo, apenas 0,01% dos jovens no país entre 12 e 17 anos cometem crimes violentos e que, por outro lado, 36% dos assassinatos cometidos têm os jovens como vítimas.

Veja também:  Eduardo Bolsonaro cita Adão e Eva para defender agronegócio e vira piada nas redes

“Jovem é mais vítima do que agente da violência”, afirma.

Confira abaixo o vídeo:

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum