12 de fevereiro de 2019, 19h27

Proposta para Previdência prevê 62 anos para homens e 57 para mulheres em 2022

O texto da reforma está pronto e deve ser apresentado a Bolsonaro assim que ele deixar o hospital e voltar a despachar em Brasília, o que pode ocorrer nesta sexta-feira (15)

Foto: Agência Brasil
Jair Bolsonaro decidiu que a proposta de reforma da Previdência, que será encaminhada ao Congresso Nacional nos próximos dias, terá idade mínima de 57 anos para mulheres e 62 anos para homens, o que passaria a valer ao final do seu mandato, em 2022. Segundo um dos formuladores da reforma, esse limite de idade constaria da regra de transição, que poderá ser de 10, 15 ou 20 anos. Ou seja, ao final do mandato de Bolsonaro, mulheres poderiam se aposentar aos 57 anos e homens, aos 62. Mas a regra teria sequência após 2022, de acordo com informações de Valdo...

Jair Bolsonaro decidiu que a proposta de reforma da Previdência, que será encaminhada ao Congresso Nacional nos próximos dias, terá idade mínima de 57 anos para mulheres e 62 anos para homens, o que passaria a valer ao final do seu mandato, em 2022.

Segundo um dos formuladores da reforma, esse limite de idade constaria da regra de transição, que poderá ser de 10, 15 ou 20 anos. Ou seja, ao final do mandato de Bolsonaro, mulheres poderiam se aposentar aos 57 anos e homens, aos 62. Mas a regra teria sequência após 2022, de acordo com informações de Valdo Cruz, do G1.

A equipe do ministro Paulo Guedes gostaria que homens e mulheres tivessem uma idade igual de aposentadoria, 65 anos. Bolsonaro, no entanto, defendeu uma idade diferente de aposentadoria.

O texto da reforma está finalizado e deve ser apresentado a Bolsonaro assim que ele deixar o hospital e voltar a despachar em Brasília, o que pode ocorrer nesta sexta-feira (15).

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.