Imprensa livre e independente
29 de novembro de 2013, 19h34

PSOL define seu candidato à presidência neste final de semana

4º Congresso Nacional do PSOL definirá o candidato à presidência da República pela sigla. A expectativa é que cerca de 700 militantes participem do evento

4º Congresso Nacional do PSOL definirá o candidato à presidência da República pela sigla. A expectativa é que cerca de 700 militantes participem do evento Por Najla Passos, da Carta Maior Começa na noite desta sexta (28), em Luziânia (GO), o 4º Congresso Nacional do PSOL, que irá definir o candidato à presidência da república pela sigla. A expectativa é que cerca de 700 militantes participem do evento, que só termina no domingo e promete um clima acirrado de disputa interna. Três nomes já estão oficialmente lançados: o do senador Randolfe Rodrigues (AP), da Ação Popular Socialista (APS), o da...

4º Congresso Nacional do PSOL definirá o candidato à presidência da República pela sigla. A expectativa é que cerca de 700 militantes participem do evento

Por Najla Passos, da Carta Maior

Começa na noite desta sexta (28), em Luziânia (GO), o 4º Congresso Nacional do PSOL, que irá definir o candidato à presidência da república pela sigla. A expectativa é que cerca de 700 militantes participem do evento, que só termina no domingo e promete um clima acirrado de disputa interna.

Três nomes já estão oficialmente lançados: o do senador Randolfe Rodrigues (AP), da Ação Popular Socialista (APS), o da ex-deputada Luciana Genro (RS), do Movimento Esquerda Socialista (MES), e o do ex-candidato à prefeitura de Fortaleza em 2012, Renato Roseno, da Insurgência.

O favorito é Rodrigues, da corrente majoritária, a mesma que abriga o atual presidente do partido, o deputado Ivan Valente (SP). Mas é ele também quem sofre a maior rejeição interna, especialmente da militância mais à esquerda.

O congresso também discutirá a conjuntura atual, as estratégias para o período, alterações estatutárias e definirá a nova direção nacional, o diretor-presidente da Fundação Lauro Campos e os membros das comissões de Ética e Fiscal. Os nomes que se candidatarão a essas vagas, porém, ainda não foram lançados.

Veja também:  Talíria Petrone vai a escritório da ONU denunciar política de segurança pública de Witzel

A cobertura da imprensa só foi autorizada a partir das 17 horas de domingo, quando o candidato à presidência já terá sido eleito.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum