04 de julho de 2018, 11h44

PT é o partido mais criticado pela imprensa. Lula só perde para Temer, diz Manchetômetro

O boletim de maio do Manchetômetro mostra que, mesmo com o PT fora da presidência e com Lula preso, os dois continuam entre os mais criticados

O Manchetômetro, do Laboratório de Estudos de Mídia e Esfera Pública, acaba de lançar a sua edição relativa aos dados de maio. O boletim, que analisa o tratamento dispensado pela mídia comercial a candidatos, partidos e temas centrais, detectou, mais uma vez, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva continua sendo uma das personalidades políticas com mais referências desfavoráveis e o PT é, disparado, o partido mais criticado pela imprensa.

O boletim, que mede as matérias dos jornais Folha de S.Paulo, O Estado de S.Paulo, O Globo e o Jornal Nacional, constatou que Lula perdeu apenas para Michel Temer entre os personagens que tiveram mais manchetes contrárias nestes veículos. Os demais pré-candidatos à presidência ficaram bem abaixo, conforme o gráfico abaixo.

Gráfico Manchetômetro Personagens. Foto: Manchetômetro

Já o Partido dos Trabalhadores (PT) aparece disparado na frente como o que teve o maior número de manchetes negativas. Atrás do PT, praticamente empatados, aparecem PSDB e MDB.

Gráfico Manchetômetro de Partidos. Foto: Manchetômetro

Entre as instituições, o Executivo Federal dispara com a que teve o maior número de manchetes negativas, enquanto o Judiciário Federal vence a disputa com o maior número de manchetes positivas.

Gráfico Manchetômetro Instituições. Foto: Manchetômetro

Gráfico comparativo com o tratamento dispensado ao PT, MDB e PSD desde 2015 demonstram um grande desequilíbrio, com um número muito maior de manchetes negativas ao PT. Abaixo da linha são as manchetes negativas e acima as positivas.

Gráfico Manchetômetro PT desde 2015. Foto: Manchetômetro

Gráfico Manchetômetro MDB desde 2015. Foto: Manchetômetro

Gráfico Manchetômetro PSDB desde 2015. Foto: Manchetômetro

O Manchetômetro é um website de acompanhamento da cobertura da grande mídia sobre temas de economia e política e não tem qualquer filiação com partido político ou grupo econômico. Veja o boletim completo do Manchetômetro aqui.