11 de abril de 2018, 14h48

PT entra com representações exigindo identificação de tripulação e controle de voo de Lula

A FAB confirmou a veracidade dos áudios captados durante o voo que transportava Lula para Curitiba orientando o piloto a mandar "esse lixo pela janela". Bancada do PT na Câmara acionou MP, PF, FAB, Anac e Ministério da Defesa

Maria do Rosário. Foto: PT no Senado

A bancada do PT na Câmara dos Deputados protocolou, na noite desta terça-feira (10), cinco requerimentos e representações em que exige explicações sobre o áudio no voo da Força Aérea Brasileira (FAB) que transportava Lula à sede da Polícia Federal (PF) em Curitiba (PR) no último sábado (7). A FAB confirmou a veracidade do áudio, que chegou até o comandante do voo através da radiofrequência. No áudio, alguém ainda não identificado pede ao piloto para mandar “esse lixo janela abaixo”.

O órgão, no entanto, até agora, apenas se limitou a confirmar a veracidade do áudio e não se pronunciou sobre sua origem e nem sobre qualquer procedimento investigativo com relação ao caso.

Nos ofícios, encaminhados ao Ministério Público Federal, Polícia Federal, Força Aérea Brasileira, Agência Nacional de Aviação Civil e Ministério da Defesa, os deputados petistas perguntam:

  • Quais eram os integrantes da tripulação (piloto, copiloto e eventuais auxiliares)?
  • Os integrantes da tripulação são servidores da Polícia Federal (nomes, matrículas e respectivas lotações)?
  • Os integrantes da tripulação são militares (nomes, matrículas e lotações)?
  • Quais os agentes e delegados da Polícia Federal que acompanharam, como escolta, o referido voo?
  • Quais os controladores de voo que estavam trabalhando na Torre Bacacheri no mencionado dia e horário (nomes e matrículas)?
  • Quais os controladores aéreos civis autorizados ou cadastrados para uso da mesma frequência de comunicação do avião que transportou o Presidente LULA?
  • Quais as providências que foram ou serão adotadas pela Força Aérea Brasileira para identificar e punir o/os responsável/eis pela agressão perpetrada?
  • Qual o protocolo de segurança de vôo em relação à comunicação, nos procedimentos de pouso e decolagem?

“Entramos com requerimento e representação para que a Agência Nacional de Aviação Civil e outros órgãos investiguem e prestem contas sobre a voz que no voo, fala sobre jogar Lula pela janela. O método de assassinato foi usado na Operação Condor em todo o Cone Sul. Deve ser punido exemplarmente. Voo da morte nunca mais!”, disse a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), uma das signatárias dos ofícios.

Nenhum dos órgãos acionados se pronunciou, até o momento, sobre as representações e requerimentos.