ASSISTA
13 de Abril de 2018, 13h57

PT vai à Justiça para impugnar pesquisa Datafolha sem Lula

Advogados do partido devem se reunir nesta sexta-feira (13) com o ministro relator do processo no TSE, Napoleão Nunes, para tratar da urgência do pedido de suspensão da divulgação dos dados

Foto: Filipe Araújo/Fotos Públicas

Por Brasil 247

O PT ingressou com uma representação junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) visando a impugnação da pesquisa eleitoral realizada pelo Instituto Datafolha, na qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não aparece no cartão principal, apesar de liderar todas as pesquisas de intenção de voto realizadas até o momento. Os advogados do partido devem se reunir nesta sexta-feira (13) com o ministro relator do processo no TSE, Napoleão Nunes, para tratar da urgência do pedido de suspensão da divulgação dos dados da pesquisa.

A pesquisa do Datafolha sobre a eleição presidencial de outubro deverá ser divulgada no próximo domingo. Pela legislação eleitoral brasileira, não existe impedimento para que um preso – ainda mais um preso político e condenado sem provas como o ex-presidente – possa disputar uma eleição. O PT deverá registrar a candidatura de Lula junto a Justiça Eleitoral no dia 15 de agosto. Ou seja: na prática, a Folha tenta substituir a Justiça Eleitoral.