Imprensa livre e independente
06 de novembro de 2016, 09h03

PUC-Minas é primeira universidade privada a ser ocupada contra a PEC 241/55

A decisão de ocupar foi tomada em uma assembleia com diversos alunos por medo de que a medida proposta afete alunos bolsistas, bolsas de iniciação científica sejam interrompidas e que causa prejuízo para os professores. Por Redação Os estudantes da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas), em Belo Horizonte, estão ocupando a universidade desde a última quinta-feira (3) em protesto contra a PEC 241/55, que congela os investimentos em educação e saúde pelos próximos 20 anos. Essa é a primeira universidade particular do Brasil a ser ocupada por estudantes. A decisão de ocupar foi tomada em uma assembleia com diversos alunos...

A decisão de ocupar foi tomada em uma assembleia com diversos alunos por medo de que a medida proposta afete alunos bolsistas, bolsas de iniciação científica sejam interrompidas e que causa prejuízo para os professores.

Por Redação

Os estudantes da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas), em Belo Horizonte, estão ocupando a universidade desde a última quinta-feira (3) em protesto contra a PEC 241/55, que congela os investimentos em educação e saúde pelos próximos 20 anos. Essa é a primeira universidade particular do Brasil a ser ocupada por estudantes.

A decisão de ocupar foi tomada em uma assembleia com diversos alunos por medo de que a medida proposta pela equipe de Michel Temer afete alunos bolsistas, beneficiados pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que bolsas de iniciação científica sejam interrompidas e que causa prejuízo para os professores.

O resultado de todas as assembleias são divulgados pela página no Facebook “OCUPA PUC Minas”. Neste sábado os alunos precisaram mudar o local onde estavam para dar lugar ao Enem. A mudança foi negociada com a direção da universidade.

Veja também:  Universidades estaduais do Rio são censuradas pelo governo Wilson Witzel

Foto de Capa: Facebook

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum