Imprensa livre e independente
21 de setembro de 2007, 11h46

Refugiados palestinos chegam ao Brasil

Primeiros 32 de 117 abrigados pelo Brasil estavam na Jordânia desde 2003, quando fugiram dos conflitos no Iraque

Primeiros 32 de 117 abrigados pelo Brasil estavam na Jordânia desde 2003, quando fugiram dos conflitos no Iraque Por Redação Fotos: Divulgação Acnur O primeiro grupo de refugiados palestinos abrigados pelo Brasil por meio do Programa de Reassentamento Solidário chega ao país nesta sexta-feira, 21. São 32, de um total de 117 refuigiados, que compõe o grupo. Eles estavam no campo de Ruweished, na Jordânia a 70 quilômetros da fronteira com o Iraque. Eles deixaram Bagdá depois do início da ocupação da coalizão de forças norte-americana e inglesa no país, em 2003. Os palestinos serão reassentados em São Paulo e...

Primeiros 32 de 117 abrigados pelo Brasil estavam na Jordânia desde 2003, quando fugiram dos conflitos no Iraque

Por Redação

Fotos: Divulgação Acnur
Fotos: Divulgação AcnurO primeiro grupo de refugiados palestinos abrigados pelo Brasil por meio do Programa de Reassentamento Solidário chega ao país nesta sexta-feira, 21. São 32, de um total de 117 refuigiados, que compõe o grupo.

Eles estavam no campo de Ruweished, na Jordânia a 70 quilômetros da fronteira com o Iraque. Eles deixaram Bagdá depois do início da ocupação da coalizão de forças norte-americana e inglesa no país, em 2003.

Os palestinos serão reassentados em São Paulo e no Rio Grande do Sul, onde o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) mantém parcerias com a Associação Antônio Vieira (Asav) e a Cáritas Brasileira.

Agradecimento
A Federação Árabe Palestina do Brasil (Fepal) nota, na quinta-feira, 20, para agradecer ao governo brasileiro a acolhida aos refugiados. “Este gesto demonstra o caráter humanitário do governo brasileiro”, elogia a nota.

“Todas as medidas são paliativas e humanitárias”, prossegue a nota. “A solução definitiva para o drama dos refugiados palestinos é terminar com seu caráter de refugiado: voltar aos seus lares na Palestina com liberdade e dignidade”, defende.

Veja também:  Justiça de SC manda gráfica indenizar igreja que ganhou fama de caloteira

Veja outras fotos do acampamento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum