17 de julho de 2018, 10h56

Reino Unido elege miss negra pela primeira vez

Dee-Ann Kentish Rogers tem 25 anos, é atleta e se formou em Direito na Universidade de Birmingham aos 25 anos

(Foto: Reprodução/ Twitter: Dee-Ann Kentish-Rogers )
Dee-Ann Kentish Rogers foi eleita miss Reino Unido 2018. Ela se tornou a primeira negra a conquistar o título em 66 anos do concurso. Nascida em Anguilla, um território britânico ultramarino, que se localiza perto das Ilhas Virgens Britânicas, Dee-Ann superou outras 31 candidatas. “Usarei o título de Miss Universo Grã-Bretanha para encorajar as mulheres a acreditar em si mesmas e seguir em frente com seus sonhos”, disse. As informações são do G1. Formada em Direito pela Universidade de Birmingham, Dee-Ann deve se qualificar como advogada ainda neste mês, segundo o site oficial do concurso. Ela também é atleta. Nos...

Dee-Ann Kentish Rogers foi eleita miss Reino Unido 2018. Ela se tornou a primeira negra a conquistar o título em 66 anos do concurso. Nascida em Anguilla, um território britânico ultramarino, que se localiza perto das Ilhas Virgens Britânicas, Dee-Ann superou outras 31 candidatas. “Usarei o título de Miss Universo Grã-Bretanha para encorajar as mulheres a acreditar em si mesmas e seguir em frente com seus sonhos”, disse. As informações são do G1.

Formada em Direito pela Universidade de Birmingham, Dee-Ann deve se qualificar como advogada ainda neste mês, segundo o site oficial do concurso. Ela também é atleta. Nos Jogos da Commonwealth, associação que reúne o Reino Unido e suas antigas colônias, ela concorreu duas vezes: correu os 400 metros na Índia, em 2010, e participou do heptatlo na Escócia, em 2014.

A diretora nacional da Miss Universo Grã-Bretanha, Paula Abbandonato, elogiou a vencedora: “Eu não poderia estar mais orgulhosa de Dee-Ann e tudo o que ela representa. Ela é um modelo excepcional para mulheres de todas as cores da pele e incorpora todas as qualidades do ideal do Miss Universo”, destacou.