Imprensa livre e independente
10 de dezembro de 2018, 23h02

Relator da ONU enviou carta ao governo brasileiro reclamando de censura a Lula

Carta que criticava a decisão do STF de proibir o ex-presidente de conceder entrevistas à imprensa foi enviada pelo comitê da liberdade de expressão ao Brasil em outubro, mas conteúdo só veio à tona hoje

Foto: Ricardo Stuckert
Por Jornal GGN No dia 10 de outubro de 2018, o relator independente da Organização das Nações Unidas (ONU) para a proteção da Liberdade de Expressão, David Kaye, enviou uma carta ao governo brasileiro criticando a decisão do Supremo Tribunal Federal de proibir o ex-presidente Lula de conceder entrevistas à imprensa. O teor da carta só foi divulgado nesta segunda (10), dois meses após a eleição. “Expressamos nossa preocupação sobre a decisão de prevenir a imprensa de entrevistar Lula na prisão”, escreveu o relator, segundo o documento obtido pelo repórter Jamil Chade, correspondente do Estadão em Genebra. “Estamos ainda preocupados...

Por Jornal GGN

No dia 10 de outubro de 2018, o relator independente da Organização das Nações Unidas (ONU) para a proteção da Liberdade de Expressão, David Kaye, enviou uma carta ao governo brasileiro criticando a decisão do Supremo Tribunal Federal de proibir o ex-presidente Lula de conceder entrevistas à imprensa. O teor da carta só foi divulgado nesta segunda (10), dois meses após a eleição.
“Expressamos nossa preocupação sobre a decisão de prevenir a imprensa de entrevistar Lula na prisão”, escreveu o relator, segundo o documento obtido pelo repórter Jamil Chade, correspondente do Estadão em Genebra.
“Estamos ainda preocupados com o fato de essa decisão ter sido publicada no contexto das eleições, onde o papel da imprensa e o direito público à informação é de importância maior e podem ter um impacto nos resultados das eleições”, apontou Kaye.
Continue lendo no Jornal GGN 

 

Veja também:  Integrante da Operação Mãos Limpas da Itália diz que lá o processo contra Lula seria anulado

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum