Imprensa livre e independente
29 de janeiro de 2019, 19h35

“Renovado” pelos “ventos da última eleição”, Renan Calheiros tomará posse no Senado

Senador do MDB voltou a negar o desejo de ser candidato à presidência da Casa, mas tem feito acenos ao governo de Jair Bolsonaro

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil Em seu quarto mandato como senador, Renan Calheiros afirmou nesta terça-feira (29) que um Renan “renovado” pelos “ventos da última eleição” tomará posse no Congresso Nacional no dia 1° de fevereiro, mesma data em que será escolhido o próximo presidente do Senado. Renan também voltou a afirmar que só será candidato se for a vontade da bancada da MDB. “Um Renan mais antigo está encerrando o mandato e outro renovado vai tomar posse. Vem com os ventos da última eleição”, afirmou ele a repórteres. “Eu não sou candidato. Eu só serei candidato como produto da...

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Em seu quarto mandato como senador, Renan Calheiros afirmou nesta terça-feira (29) que um Renan “renovado” pelos “ventos da última eleição” tomará posse no Congresso Nacional no dia 1° de fevereiro, mesma data em que será escolhido o próximo presidente do Senado. Renan também voltou a afirmar que só será candidato se for a vontade da bancada da MDB.

“Um Renan mais antigo está encerrando o mandato e outro renovado vai tomar posse. Vem com os ventos da última eleição”, afirmou ele a repórteres. “Eu não sou candidato. Eu só serei candidato como produto da decisão majoritária da bancada. Se [meu nome] estiver posto, desculpe, não está posto por mim”, acrescentou.

Fórum terá um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Renan Calheiros, no entanto, trabalha nos bastidores por apoios à sua candidatura e já fez inclusive acenos ao governo de Jair Bolsonaro. Segundo o colunista Lauro Jardim, ele já propôs trabalhar pela tramitação relâmpago para reformas econômicas, como a da Previdência.

Veja também:  Moro passa pela prova do Senado, ganha fôlego, mas deixa um fio desencapado sobre os dados do Telegram

No auge do escândalo envolvendo o senador Flávio Bolsonaro e seu ex-motorista, Fabrício Queiroz, Renan também defendeu Flávio quando este recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Candidatura única

Após reunião de liderança na tarde desta terça, o MDB anunciou que só haverá decisão entre o nome de Renan e o de Simone Tebet na quinta-feira (31), para quando foi marcada nova reunião, às 17 horas. O senador José Maranhão sinalizou que o partido terá apenas uma candidatura à presidência do Senado.

“Ficou acertado, consensualmente, que o MDB tem candidato e não abrirá mão da candidatura. [Candidatura avulsa] regimentalmente não existe. O MDB não iria criar essa ficção”, disse ele, que, nesta terça, assumiu temporariamente a liderança do partido no Senado, já que Tebet declinou da posição por ser pré-candidata.

Contrapondo-se ao discurso de Renan, a senadora reiterou o desejo de ser a candidata do MDB na disputa. “Quero dizer que mantenho a minha candidatura dentro da bancada, como pré-candidata. Eles entenderam o meu posicionamento, que não tenho condições de abrir mão”, disse.

Veja também:  #MoroTraidorDaPatria é o assunto mais comentado do Twitter no Brasil

Agora que você chegou ao final deste texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum