23 de agosto de 2018, 07h41

Resultado de pesquisa Datafolha acende sinal amarelo na campanha de Doria

Para apoiadores do tucano, não dá mais pra contar com a possibilidade de repetir o voo biônico que alçou em 2016, quando se elegeu prefeito de SP no primeiro turno

Doria. Foto: Divulgação/ Campanha Dória
O resultado da última pesquisa Datafolha, divulgada nesta quarta-feira (22), para governador de São Paulo foi um banho de água fria para os dirigentes de partidos que apoiam João Doria (PSDB-SP). De acordo com informações do Painel, da Folha, o tucano precisa se preparar a partir de agora para um embate duríssimo com os rivais, especialmente Paulo Skaf (MDB) e Márcio França (PSB). Para eles, não dá mais pra contar com a possibilidade de repetir o voo biônico que alçou em 2016, quando se elegeu prefeito de SP no primeiro turno. Integrantes do núcleo duro da campanha de Doria apostam no interior do estado...

O resultado da última pesquisa Datafolha, divulgada nesta quarta-feira (22), para governador de São Paulo foi um banho de água fria para os dirigentes de partidos que apoiam João Doria (PSDB-SP). De acordo com informações do Painel, da Folha, o tucano precisa se preparar a partir de agora para um embate duríssimo com os rivais, especialmente Paulo Skaf (MDB) e Márcio França (PSB).

Para eles, não dá mais pra contar com a possibilidade de repetir o voo biônico que alçou em 2016, quando se elegeu prefeito de SP no primeiro turno.

Integrantes do núcleo duro da campanha de Doria apostam no interior do estado como o terreno onde há maior possibilidade de atrair novos eleitores. A rejeição do tucano é maior na capital e, historicamente, o PSDB vai muito bem fora da região metropolitana.

Datafolha

Doria aparece no Datafolha com 25% das intenções de voto, seguido por Paulo Skaf (MDB), presidente da Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo), com 20%.

O atual governador, Márcio França (PSB), e Luiz Marinho (PT) estão empatados com 4%. Professora Lisete (PSOL) e Major Costa e Silva (DC) registraram 2%.

Apesar de liderar a primeira pesquisa, Doria é o que tem a maior índice de rejeição. De acordo com o Datafolha, 32% do eleitorado paulista não votaria em Doria de jeito nenhum.

Ibope

A pesquisa Ibope, divulgada nesta segunda-feira (20), confirma o Datafolha e aponta empate técnico para o governo de São Paulo. João Doria aparece com 20%; seguido de perto por Paulo Skaf, com 18%; Márcio França (PSB), 5%; Luiz Marinho (PT), 4%; Major Costa e Silva (DC), 3%; Professora Lisete (PSOL), 2%; Marcelo Candido (PDT), 1%; Prof. Claudio Fernando (PMN), 1%; Rodrigo Tavares (PRTB), 1%, Toninho Ferreira (PSTU), 1%; Edson Dorta (PCO), 0%; Rogerio Chequer (Novo), 0%; brancos/nulos: 29%; não sabe/não respondeu: 15%. As informações são do G1.