Seja Sócio Fórum
10 de dezembro de 2015, 11h36

Reunião do Conselho de Ética é marcada por ofensas e empurrões

A discussão desta quinta-feira (10) sobre o processo de cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, acabou em briga entre os deputados Wellington Roberto (PR-PB) e Zé Geraldo (PT-PA), que tiveram que ser contidos pelos colegas. Assista ao vídeo Por Redação A reunião do Conselho de Ética desta quinta-feira (10), realizada para examinar o processo de cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), virou uma troca de ofensas e empurrões entre os deputados Wellington Roberto (PR-PB) e Zé Geraldo (PT-PA). O presidente do Conselho, José Carlos Araújo (PSD-BA), precisou suspender a reunião por cinco minutos para que os ânimos se acalmassem, mas...

A discussão desta quinta-feira (10) sobre o processo de cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, acabou em briga entre os deputados Wellington Roberto (PR-PB) e Zé Geraldo (PT-PA), que tiveram que ser contidos pelos colegas. Assista ao vídeo

Por Redação

A reunião do Conselho de Ética desta quinta-feira (10), realizada para examinar o processo de cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), virou uma troca de ofensas e empurrões entre os deputados Wellington Roberto (PR-PB) e Zé Geraldo (PT-PA). O presidente do Conselho, José Carlos Araújo (PSD-BA), precisou suspender a reunião por cinco minutos para que os ânimos se acalmassem, mas os parlamentares continuaram com a discussão.

O tumulto começou quando Wellington disse que a votação no colegiado de um projeto de resolução pedindo a retirada de Cunha do cargo era golpe. O debate acalorado tomou conta do plenário. “Você mete a mão em mim. Me respeite. O senhor chamou de moleque todo mundo aqui, de turma do Cunha. Quem tem turma é ladrão”, disse Wellington. “Fale o que quiser. Aceito tudo, menos você me tocar”, reclamou o petista. Após a confusão, os dois tiveram que ser contidos por colegas.

Em seguida, o deputado Marcos Rogério (PDT-RO), novo relator do processo de cassação de Cunha, anunciou que apresentará seu parecer na próxima terça-feira. Fausto Pinato (PRB-SP) foi destituído ontem da função por determinação do vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), aliado do presidente da Casa. A decisão provocou polêmica e acirrou ainda mais o clima tenso entre os parlamentares.

Assista ao vídeo:

Foto de capa: Reprodução/TV Câmara

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum