2 | Revista Fórum

#2

15 de outubro de 2011, 11h13

O Grande Moedor de idéias

Sangue tem cor. Dor é dor. Lá-e-acolá. Quem tem aqui tem lá. Há topos nas pirâmides. De lá e de cá. Diamantes, ganância, brilhantes, turbantes pretos, cartolas brancas. Águias de ouro. Petróleo. Fundamentalismos de lá e de cá. Mercado de santos. Deuses do lucro. Elites. Cá, lá e acolá. Uma lógica da abundância que abunda pros de cima.


15 de outubro de 2011, 11h12

As nações poderosas oferecem apenas migalhas

Poucos conheciam Vittorio Agnoletto quando ele surgiu em canais de TV de todo o mundo como porta-voz e uma das figuras de maior destaque do Fórum Social de Gênova Por Glauco Faria Demonstrando firmeza e coragem, ele não se intimidou ao denunciar os abusos da polícia italiana e a perseguição aos movimentos sociais. Mas não […]


15 de outubro de 2011, 11h11

Porto Alegre diz não à violência

O lançamento do FSM 2002, que será de 31 de janeiro a 5 de fevereiro, aconteceu, por triste coincidência, no mesmo dia dos atentados a Nova York


15 de outubro de 2011, 11h10

Máquina de moer gente

A Indústria bélica movimenta mais de 800 bilhões de dólares por ano no mundo. Nesse comércio da morte, em que só os produtores de armamentos ganham, quase metade do mercado exportador está nas mãos dos estados unidos, vítimas agora de atentados que acabaram com a paz americana.


15 de outubro de 2011, 11h09

A lógica do capital sujo

Cerca de 1,5 trilhão de dólares de dinheiro "suspeito" circula pelo mundo com aconivência de governos, banqueiros, instituições internacionais, polícias e é "higiniezado" em lavanderias espalhadas pelo mundo. Essa grana financia, entre outras coisas, o narcotráfico e o terrorismo


15 de outubro de 2011, 11h09

E se todo mundo fosse como os americanos

Um habitante de Madagascar só dispõe de 5 litros de água por dia. O americano, segundo a ONU, consome 600, os europeus, 200. De energia, cada americano precisa em média de tanta quanto três suíços, quatro italianos, 160 tanzanianos e 1.100 ruandenses. Na luta do "bem contra o mal" é impossível ser igual ao "bem".


15 de outubro de 2011, 11h08

O teatro do BEM e do MAL

Muito se parecem o terrorismo artesanal e o de alto nível tecnológico; o dos fundamentalistas de mercado; o dos desesperados e o dos poderosos; o dos fanáticos isolados e dos profissionais uniformizados. Todos compartilham o mesmo desprezo pela vida humana


15 de outubro de 2011, 11h07

Entre o Céu e a Terra

Ao dividir o mundo em sagrado e profano, as principais religiões diminuem sua capacidade orientadora e estimulam a cultura do medo, abrindo brechas para a justificação de atos bárbaros Por Marco Frenette  A imensa vala coberta de metais e carnes carbonizadas no centro de Manhattan ressuscitou, entre tantas questões, a crítica das religiões, lembrando que […]


15 de outubro de 2011, 11h06

Durban não terminou

O que Durban reessalta e advoga é a necessidade de uma intervenção decisiva nas condições de vida das populações historicamente discriminadas. A opinião é de Sueli Carneiro, uma das delegadas brasileiras na conferência anti-racismo realizada na África do Sul


15 de outubro de 2011, 11h05

A tragédia tibetana

Ocupado pela China, o povo do Tibete tem sua cultura sufocada e seu povo massacrado. O resto do mundo faz de conta que não vê, afinal, do outro lado, está a China


15 de outubro de 2011, 11h04

Sobrevivendo no Inferno

Co-autor de Diário de um Detendo, hit dos Racionais MCs, Jocenir lança livro homônimo em que testemunha o inferno de sua passagem pelo universo carcerário


15 de outubro de 2011, 11h03

Livre-se do Windows

É possível abandonar o programa da Microsoft e de outras grandes empresas de software por outro sistema. Além de gratuito, o Linux é mais seguro e eficiente


15 de outubro de 2011, 11h02

Concerto geopolítico para Solo de cavaquinho

O recifense Fred Zero Quatro, líder dabanda Mundo Livre S/A faz uma explosiva mistura de samba, punk rock e - como gosta de dizer - "contra-informação"


15 de outubro de 2011, 11h01

Por quê?

O americano Noam Chomsky é um dos intelectuais mais respeitados do mundo e um dos mais ácidos críticos do projeto neoliberal global administrado pelos EUA. A seguir, um trecho de uma entrevista dele à rádio B92 da Iugoslávia, divulgada pelo sítio www.portoalegre2002.net


15 de outubro de 2011, 11h00

Outros Toques

O dia em que a terra parou - trechos selecionados sobre o atentado do dia 11 de setembro e suas conseqüências