Imprensa livre e independente
15 de maio de 2019, 15h47

Robôs bolsonaristas tentam desqualificar manifestações pela Educação com Lula Livre

Nas manifestações #EleNão usaram fotos pornográficas. Nestas, robôs tentam parecer que as manifestações são, na verdade, por Lula Livre

Foto: Reprodução
Nas manifestações do #EleNão, durante as eleições de 2018, a estratégia da direita foi distribuir em grupos de WhatsApp fotos consideradas imorais, como se estivessem acontecendo durante os atos. Desta vez, enquanto ocorrem as manifestações contra os cortes nas universidades, os robôs bolsonaristas atacam pelo Twitter com supostas denúncias de que elas seriam na verdade por Lula Livre e não pela Educação. No começo da tarde desta quarta-feira (15), a hashtag #LulaLivre aparecia em terceiro lugar nos TT’s do Twitter. Curiosamente, as principais postagens eram feitas por personalidades do PSL, partido de Jair Bolsonaro, e também por perfis com nomes...

Nas manifestações do #EleNão, durante as eleições de 2018, a estratégia da direita foi distribuir em grupos de WhatsApp fotos consideradas imorais, como se estivessem acontecendo durante os atos.

Desta vez, enquanto ocorrem as manifestações contra os cortes nas universidades, os robôs bolsonaristas atacam pelo Twitter com supostas denúncias de que elas seriam na verdade por Lula Livre e não pela Educação.

No começo da tarde desta quarta-feira (15), a hashtag #LulaLivre aparecia em terceiro lugar nos TT’s do Twitter.

Curiosamente, as principais postagens eram feitas por personalidades do PSL, partido de Jair Bolsonaro, e também por perfis com nomes curiosos e indefinidos.

Veja alguns exemplos abaixo:

Veja também:  Bolsonaro minimiza derrota na Câmara, que retirou Coaf de Moro: "Continua no governo"

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum