Imprensa livre e independente
30 de julho de 2018, 23h14

Roda Viva: “Nunca escravizei ninguém”, diz Bolsonaro em argumento contra as cotas

Ao defender sua posição anti-cotas nas universidades, o pré-candidato à presidência, que já foi denunciado por racismo, afirmou que não há dívida histórica com a população negra pois nunca "escravizou" ninguém; na mesma entrevista, Bolsonaro ainda defendeu o presidente Donald Trump: "Está fazendo um excelente governo"

Reprodução/TV Cultura
No segundo bloco do programa Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira (30), Jair Bolsonaro (PSL) mostrou desconhecer o conceito de “dívida histórica” com a população negra que é tão discutido ao redor do mundo. Ao ser confrontado com uma pergunta que expunha dados de que cotistas em universidades públicas já tem uma média de notas maiores que a de alunos não cotistas, o deputado federal, que já chegou a ser denunciado na Justiça por racismo, usou o argumento de que nunca “escravizou” ninguém para defender sua posição anti-cotas e questionar o conceito de dívida histórica. “Eu nunca...

No segundo bloco do programa Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira (30), Jair Bolsonaro (PSL) mostrou desconhecer o conceito de “dívida histórica” com a população negra que é tão discutido ao redor do mundo.

Ao ser confrontado com uma pergunta que expunha dados de que cotistas em universidades públicas já tem uma média de notas maiores que a de alunos não cotistas, o deputado federal, que já chegou a ser denunciado na Justiça por racismo, usou o argumento de que nunca “escravizou” ninguém para defender sua posição anti-cotas e questionar o conceito de dívida histórica.

“Eu nunca escravizei ninguém! Que dívida?”, disse, tentando confrontar os dados sócio-econômicos com relação às cotas com argumentos embasados na meritocracia.

No mesmo bloco, o deputado federal ainda defendeu o presidente norte-americano Donald Trump. “Trump está fazendo um excelente governo em seu país. Diminuiu carga tributária e aumentou emprego. Ele quer a América grande eu quero o Brasil Grande”, disse.

Leia também
No Roda Viva, Bolsonaro usa questão do trânsito em julgado para defender torturador

Veja também:  "Não se fala em povo nesse governo", critica Lula

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum