08 de novembro de 2018, 19h57

Rodrigo Hilbert defende Fernanda Lima após ataque de sertanejo Eduardo Costa

Cantor sertanejo está sendo investigado pela polícia por suspeita de estelionato, em uma negociação imobiliária

O cantor sertanejo Edson Vander da Costa Batista, que tem como nome artístico Eduardo Costa, comentou, nesta quinta-feira (8), em  uma postagem que divulgava o fala da apresentadora Fernanda Lima no programa Amor & Sexo. Em comentário, ele diz que Fernanda é “imbecil e que faz um discurso esquerdista”.

“Mais de 60 milhões de brasileiros e brasileiras votaram no Bolsonaro e agora essa imbecil com esse discurso de esquerdista! Ela pode ter certeza de uma coisa, a mamata vai acabar, a corda sempre arrebenta pro lado mais fraco e o lado mais fraco hoje é o que ela está. Será que essa senhora só faz programa pra maconheiro, pra bandido, pra esquerdista derrotado, e pra esses projetos de artista assim como ela?”. 

Após o comentário Rodrigo Hilbert, casado com Fernanda Lima, publicou em seu Instagram uma foto pedindo mais amor: “O amor que tenho pra vc, é maior do que todo ódio do mundo”, escreveu.

O discurso contundente em defesa do feminismo que ela fez ao final do programa Amor & Sexo, da Rede Globo, na última terça-feira (6), foi a razão da origem das manifestações de intolerância e foi interpretada como um desafio ao governo de Jair Bolsonaro.

Em seu discurso, Fernanda convocou audiência e auditório a “sabotar as engrenagens desse sistema de opressão. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino”, ressaltou. E disse, ainda: “Chamam de louca a mulher que desafia as regras e não se conforma. Nossa revolução está apenas começando”.

O cantor sertanejo está sendo investigado pela polícia por suspeita de estelionato. O motivo se deve a uma negociação imobiliária. Eduardo Costa teria adquirido uma casa na região da Pampulha, em Belo Horizonte, por R$ 9 milhões. O valor pago em espécie teria sido R$ 2 milhões e o restante sendo quitado com bens de luxo, como carro, barco e outro imóvel.

O problema está neste outro imóvel que entrou na “negociação”. A mansão é avaliada em R$ 6 milhões e vem sendo investigada pelo Ministério Público desde 2013, por ter sido construída em área de preservação permanente. A casa fica situada no sul de Minas Gerais, às margens do lago Furnas, na cidade de Capitólio.

Costa, durante as eleições, demonstrou apoio ao candidato eleito Jair Bolsonaro e divulgou vídeo no qual canta música em apoio ao candidato e xinga a oposição.

Leia também: Fernanda Lima agradece solidariedade de artistas após ataques nas redes sociais

Confira: