Seja Sócio Fórum
27 de fevereiro de 2019, 13h46

Roger, autor de “Inútil”, chama Roger, autor de “Wish You Were Here”, de “boçal”

A diferença entre os dois artistas, por todas as formas que se quiser medir, é um abismo

Foto: Reprodução
O cantor e compositor Roger Moreira, da banda Ultraje a rigor, autor de “Inútil”, “Ciúmes”, entre outras, chamou o seu xará, Roger Waters, autor de clássicos como “Wish You Were Here”, “Another Brick In The Wall”, “Eclipse” e “Comfortably Numb” de “boçal”, nesta terça-feira (26), através de sua conta no Twitter. Boçal, viver nem sempre é possível lá. Vc tem merda na cabeça? Seu rancor é tao grande que te cega para o sofrimento de todo um povo? ⁦@rogerwaters⁩ pic.twitter.com/slo3a5pLzK — Roger Rocha Moreira (@roxmo) 26 de fevereiro de 2019 A razão da ofensa foi o apoio que Waters tem...

O cantor e compositor Roger Moreira, da banda Ultraje a rigor, autor de “Inútil”, “Ciúmes”, entre outras, chamou o seu xará, Roger Waters, autor de clássicos como “Wish You Were Here”, “Another Brick In The Wall”, “Eclipse” e “Comfortably Numb” de “boçal”, nesta terça-feira (26), através de sua conta no Twitter.

A razão da ofensa foi o apoio que Waters tem dado ao presidente venezuelano Nicolás Maduro. “Você tem merda na cabeça? Seu rancor é tão grande que te cega para o sofrimento de todo um povo?”, afirmou o Roger de cá.

Há um abismo entre os dois artistas. Um, o de cá, fez um disco de sucesso, em 1985, repleto de canções tolas e nunca mais emplacou nada, ficando relegado à banda acompanhante de programa de TV.

O outro, o inglês, é autor de uma série sem fim de obras-primas consagradas da história da música pop. Faz sucesso ininterruptamente desde o início da década de 70 e, mesmo depois de sair do Pink Floyd, segue em carreira solo, gravando álbuns excelentes e lotando estádios em todo o mundo.

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum