01 de fevereiro de 2018, 17h52

Saiba quem são os candidatos que defendem pautas de direitos humanos nessas eleições

#MeRepresenta, plataforma online que será lançada nesta sexta-feira (2), conta com uma ferramenta de busca e filtragem que relaciona pautas ligadas à igualdade de gênero ou racial a candidatos e candidatas que estarão no pleito de 2018. Conheça Por Redação A partir desta sexta-feira (2), em meio a um debate político cada vez mais permeado por pautas conservadoras e reacionárias, o eleitor poderá contar com um importante aliado para saber quem são os candidatos e candidatas nessas eleições que encampam a pauta de direitos humanos: trata-se da plataforma online #MeRepresenta. A página, que já atuou em outras eleições, será relançada...

#MeRepresenta, plataforma online que será lançada nesta sexta-feira (2), conta com uma ferramenta de busca e filtragem que relaciona pautas ligadas à igualdade de gênero ou racial a candidatos e candidatas que estarão no pleito de 2018. Conheça

Por Redação

A partir desta sexta-feira (2), em meio a um debate político cada vez mais permeado por pautas conservadoras e reacionárias, o eleitor poderá contar com um importante aliado para saber quem são os candidatos e candidatas nessas eleições que encampam a pauta de direitos humanos: trata-se da plataforma online #MeRepresenta.

A página, que já atuou em outras eleições, será relançada depois de um ano em que foram agregadas ao projeto organizações como o #VoteLGBT, Fundação Cidadania Inteligente, Blogueiras Negras e a Rede Feminista de Juristas (#DeFEMde) e tem como objetivo aproximar a sociedade civil ao entendimento dos direitos humanos como valor político e eleitoral “inegociável”.

Através de uma ferramenta de busca e filtragem, o eleitor poderá conferir quais candidatos aos mais diferentes cargos em jogo estão relacionados a pautas como igualdade de gênero e racial, orientação sexual e identidade de gênero. A página, além de mostrar a opinião dos políticos sobre essas temáticas, também apresentará relatórios estatísticos sobre o perfil das candidaturas das últimas eleições, a metodologia de avaliação dos partidos conforme o seu desempenho em direitos humanos no Congresso Nacional, além da base de dados de todo o site em torno dos temas trabalhados.

O eleitor poderá fazer a pesquisa selecionando a cidade de onde é, sua raça, gênero, sua pauta de interesse (que vai desde “cotas para mulheres no legislativo” a “desmilitarização da polícia”), partido que quer saber a opinião sobre a pauta e inúmeros outros filtros.

Saiba mais e comece sua pesquisa, a partir de sexta-feira (2), aqui.