Imprensa livre e independente
08 de dezembro de 2015, 16h23

São Paulo terá ato em apoio à luta dos estudantes amanhã

A manifestação está marcada para as 17h; secundaristas pedem que a população a “mostre sua solidariedade e agregue forças” por Redação Um Grande ato em apoio à luta dos estudantes em São Paulo está marcado para amanhã, quarta-feira (9). A concentração será no vão livre do Masp, na Avenida Paulista, às 17h. No Facebook, a manifestação já conta com cerca de 6,5 mil confirmados e cerca de 6,6 mil interessados. O ato foi organizado pelo Comando das Escolas Ocupadas (CEO), um espaço de articulação dos estudantes que, desde o início de novembro, lutam contra a reorganização do ensino estadual em São...

A manifestação está marcada para as 17h; secundaristas pedem que a população a “mostre sua solidariedade e agregue forças”

por Redação

Um Grande ato em apoio à luta dos estudantes em São Paulo está marcado para amanhã, quarta-feira (9). A concentração será no vão livre do Masp, na Avenida Paulista, às 17h. No Facebook, a manifestação já conta com cerca de 6,5 mil confirmados e cerca de 6,6 mil interessados.

O ato foi organizado pelo Comando das Escolas Ocupadas (CEO), um espaço de articulação dos estudantes que, desde o início de novembro, lutam contra a reorganização do ensino estadual em São Paulo. Tendo o Facebook como principal meio de comunicação, o CEO faz a ponte entre o que é decidido nas reuniões das ocupações e a sociedade. “Nosso movimento é horizontal  e repudia qualquer forma de imagem de liderança. A nossa luta é pela educação e o movimento é totalmente  livre de movimentos sociais, estudantis e partidos políticos”, disse a página à Fórum.

Nas redes sociais, o Comando se manifestou pedindo apoio ao movimento: “Nós, estudantes do comando das escolas ocupadas, chamamos um ato em apoio a todos os estudantes em luta. Contra qualquer mecanismo do governo que precarize mais a educação pública. A sociedade e os trabalhadores estão convocados a mostrar sua solidariedade e agregar forca ao movimento dos estudantes por uma educação de qualidade, contra os cortes do governo e contra o autoritarismo do Estado.”

Veja também:  Filho de Bolsonaro, o presidente que chama estudantes de ‘idiotas’, comete mais um erro crasso no Twitter

Nas postagens, internautas independentes do Comando orientam quem quiser participar da manifestação a levar o celular e câmeras fotográficas para registrar abusos policiais e ajudar na divulgação da luta dos estudantes.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum